Supremo revoga libertação de ex-ministro após intervenção do PM

São Tomé e Príncipe 14-05-2019 11:11
Por Lusa

O Supremo Tribunal de Justiça de São Tomé e Príncipe decidiu a libertação do ex-ministro das Finanças Américo Ramos, mas a decisão foi revogada após o primeiro-ministro ter invocado "desconfiança sobre a imparcialidade" do juiz.

 

O juiz do Supremo Tribunal José Bandeira alterou hoje a medida de coação de prisão preventiva, decidida na primeira instância contra o ex-ministro das Finanças Américo Ramos, detido desde o início de abril, e autorizou a sua libertação com termo de identidade e residência, indicou fonte judicial.

 

A decisão do juiz do STJ surgiu na sequência de um recurso de agravo interposto junto do Supremo pela defesa de Américo Ramos, responsável pela pasta das Finanças do anterior Governo, liderado por Patrice Trovoada, do partido Ação Democrática Independente, agora na oposição.

Ler Mais

Últimas Notícias