Renamo diz que venceu no segundo maior município do país

Matola 12-10-2018 14:20

O cabeça-de-lista da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) no município da Matola, o segundo maior do país, declarou esta sexta-feira à Lusa que o partido venceu as eleições autárquicas na cidade, com 48,8%, assinalando que aguarda a confirmação pelos órgãos eleitorais.

 

«Os números que me são presentes, tirados dos editais das mesas de voto, dão à candidatura da Renamo 133.059, correspondentes a 48,86 %», afirmou António Muchanga.

 

A Comissão Distrital de Eleições da Cidade da Matola ainda não anunciou os resultados da votação de quarta-feira, devendo fazê-lo até hoje às 18 horas de Maputo (16 horas de Lisboa), conforme impõe a legislação eleitoral moçambicana.

 

O cabeça-de-lista da Renamo adiantou que o partido chegou à conclusão de que venceu o escrutínio na Matola com base na contagem dos resultados dos editais das assembleias de voto, fornecidas pelos órgãos eleitorais, em cumprimento da lei.

 

António Muchanga disse que a contagem paralela feita pelo seu partido coloca na Matola a Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder, em segundo lugar, com um total de 124.477 votos, correspondentes a 46,86 %, e o Movimento Democrático de Moçambique (MDM), na terceira posição, com pouco mais de dez mil votos, equivalentes a 3,96 %.

 

«Quem tem o maior número de votos na cidade da Matola é a candidatura da Renamo, onde António Muchanga é cabeça- de-lista, nós temos uma diferença de mais de seis mil votos em relação à Frelimo», enfatizou.

 

Sobre o apuramento parcial dos órgãos eleitorais que na quinta-feira dava uma ligeira vantagem da Frelimo na Matola, António Muchanga disse que esses dados resultam de uma contagem seletiva e localizada feita nas assembleias de voto onde o partido no poder leva vantagem.

 

As comissões distritais de eleições têm 48 horas para anunciar os resultados do escrutínio, que serão depois verificados e validados pelas comissões provinciais de eleições e depois pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

 

Após o anúncio da CNE, segue-se a validação e proclamação dos resultados pelo Conselho Constitucional (CC).

 

Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais