QUARTA-FEIRA, 26-07-2017, ANO 18, N.º 6388
Faro
Trabalhadores da PT protestam contra transferência para outras empresas
16:42 - 17-07-2017
Cerca de 80 trabalhadores de telecomunicações concentraram-se, esta segunda-feira, junto às instalações da PT/MEO, em Faro, no Algarve, em protesto contra as transferências para outras empresas e parceiros do grupo e em defesa da estabilidade da empresa.

A concentração à porta das instalações da PT/MEO, seguiu-se ao plenário que juntou cerca de uma centena de trabalhadores, para esclarecer e preparar a greve geral anunciada para sexta-feira.

Em causa está o anúncio interno da PT Portugal, onde informava que iria transferir no dia 22 de julho, 118 trabalhadores para empresas do grupo Altice e Visabeira, o que motivou que os sindicatos convocassem uma greve geral para 21 de julho contra a transferência de trabalhadores para outras empresas e parceiros do grupo.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Afeganistão O Ministério da Defesa afegão anunciou, esta quarta-feira, que pelo menos 26 soldados morreram e 13 ficaram feridos num ataque talibã contra uma base do Exército no sul de Kandahar, no Afeganistão. «Os terroristas atacaram o acampamento de Karzali ontem à noite», disse o General Dawlat Waziri, porta-voz do Ministério da Defesa, acrescentando que «os soldados resistiram corajosamente e mataram mais de 80 terroristas». Os talibãs reivindicaram o ataque na sua conta na plataforma de mensagens
Castelo Branco A Polícia Judiciária deteve uma mulher por suspeita de ter ateado o incêndio florestal que deflagrou no passado domingo em Castelo Branco, mantendo-se ainda ativo. A mulher, de 50 anos e doméstica, foi detida pela Diretoria do Centro e em coloboração com a Guarda Nacional Republicana, por suspeito de «um crime de incêndio florestal em terreno povoado por pasto seco e pinheiros, com utilização de isqueiro». No total, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 40 pessoas pela autoria do cr
Santarém A adjunta de operações da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, fez esta quarta-feira um balanço do estado dos incêndios em território nacional e revelou que a maior preocupação se prende com o incêndio da Sertã, em que uma das frentes de alastrou ao concelho de Mação. Esse incêndio conta com o apoio de «1.231 operacionais no terreno, 357 veículos e seis meios aéreos, dois espanhóis», sendo que poderá existir uma reavaliação dos pedidos de reforço internacionais. A responsável frisou que a «gra

destaques