QUARTA-FEIRA, 26-07-2017, ANO 18, N.º 6388
Incêndio em Alijó (Foto: Lusa)
Alijó
Proteção Civil garante que situação do incêndio está «francamente melhor»
10:00 - 17-07-2017
O adjunto do Comando Nacional de Proteção Civil, Pedro Nunes, fez o ponto da situação do incêndio de Alijó e garantiu que a situação está «francamente melhor».

«As condições meteorológicos no período noturno favoreceram as operações de combate. O incêndio ainda não está dominado e temos ainda quatro zonas que nos inspiram bastantes cuidados, onde estamos a trabalhar arduamente para que consigamos dentro do menor tempo alcançar os nossos objetivos», afirmou o responsável.

De momento não há nenhuma povoação nem nenhum lugar em perigo, garantiu Pedro Nunes informando que as pessoas tiveram de ser deslocadas por uma questão preventiva e já foram realojadas durante a noite.

No terreno estão ainda 450 operacionais, 140 veículos de apoio e quatro máquinas de rasto.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Afeganistão O Ministério da Defesa afegão anunciou, esta quarta-feira, que pelo menos 26 soldados morreram e 13 ficaram feridos num ataque talibã contra uma base do Exército no sul de Kandahar, no Afeganistão. «Os terroristas atacaram o acampamento de Karzali ontem à noite», disse o General Dawlat Waziri, porta-voz do Ministério da Defesa, acrescentando que «os soldados resistiram corajosamente e mataram mais de 80 terroristas». Os talibãs reivindicaram o ataque na sua conta na plataforma de mensagens
Castelo Branco A Polícia Judiciária deteve uma mulher por suspeita de ter ateado o incêndio florestal que deflagrou no passado domingo em Castelo Branco, mantendo-se ainda ativo. A mulher, de 50 anos e doméstica, foi detida pela Diretoria do Centro e em coloboração com a Guarda Nacional Republicana, por suspeito de «um crime de incêndio florestal em terreno povoado por pasto seco e pinheiros, com utilização de isqueiro». No total, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 40 pessoas pela autoria do cr
Santarém A adjunta de operações da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, fez esta quarta-feira um balanço do estado dos incêndios em território nacional e revelou que a maior preocupação se prende com o incêndio da Sertã, em que uma das frentes de alastrou ao concelho de Mação. Esse incêndio conta com o apoio de «1.231 operacionais no terreno, 357 veículos e seis meios aéreos, dois espanhóis», sendo que poderá existir uma reavaliação dos pedidos de reforço internacionais. A responsável frisou que a «gra

destaques