SÁBADO, 24-06-2017, ANO 18, N.º 6356
(Foto:
Lisboa
Romaria no Alto de Santo Amaro solidária com tragédia de Pedrogão Grande
17:14 - 19-06-2017
Junto à lindíssima Capela de Santo Amaro, centenária, erigida por galegos no século XVI, em Alcântara, cumpre-se a tradicional Romaria de Santo Amaro, que começa esta terça-feira e se prolonga até dia 25 - diz a história que a ermida terá sido construída por marinheiros galegos em cumprimento de promessa perante a ameaça de naufrágio. Mais tarde, institui-se a tradição da Romaria de Santo Amaro, ou dos Pinhões, muito associada aos Galegos e que tinha lugar em Janeiro, por ocasião do orago de Santo Amaro. Após alguns anos de interrupção, recuperou-se, em meados dos anos 80, a tradição da Romaria de Santo Amaro, mas em Junho e organizada pela Junta de Freguesia de Alcântara.

Respeitando os três dias de luto nacional, na sequência da tragédia de Pedrógão Grande, os eventos previstos para esta terça-feira foram cancelados e, na sua página no Facebook, Davide Amado, presidente da Junta de Freguesia de Alcântara, lançou um pedido. «Durante a Romaria de Santo Amaro vai ser possível entregar soro fisiológico, compressas e água oxigenada no stand da Unidade Local de Proteção Civil. Estes são os bens mais necessários neste momento. Os mesmos serão depois levados ao Quartel dos Bombeiros Voluntários da Ajuda para apoio a quem está no terreno a combater o incêndio de Pedrógão Grande», pode ler-se.

«Na terça feira, primeiro dia da Romaria, os concertos foram cancelados cumprindo-se o terceiro dia de luto nacional. Às 21 horas será celebrada uma missa campal em homenagem às vítimas, no adro da Capela de Santo Amaro. Quem quiser acompanhar-nos, poderá fazê-lo. É importante unir-nos, ajudar quem está no terreno a combater este terrível fogo e apoiar quem foi atingido por esta calamidade», acrescenta.

O programa cumpre-se nos dias seguintes [ver cartaz em anexo] e da Romaria fazem ainda parte torneios de basquetebol, xadrez, sueca, futsal, laranjinha e ramin.
Rui Baioneta

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Política O primeiro-ministro assinou sexta-feira um despacho em que pede à ministra da Administração Interna que providencie um «cabal esclarecimento» sobre as falhas ocorridas na rede SIRESP, entre sábado e terça-feira, durante os incêndios. O despacho acontece depois da resposta da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) ao primeiro-ministro, assumindo as falhas na rede SIRESP, entre sábado e terça-feira, alegando que foram usadas «comunicações de redundância». Foi precisamente entre as 19 e
Revista de Imprensa «A Polícia Judiciária tinha, até ontem à tarde, assinalado o desaparecimento de uma dúzia de pessoas no incêndio de Pedrógão Grande. O Instituto de Medicina Legal terminou a identificação das 64 vítimas mortais», diz o Jornal de Notícias.
Revista de Imprensa «Incidentes com drones que quase colidiram com aviões estão a ser investigados e já resultaram em queixa-crime Gabinete de InvestigaçãO de Acidentes registou nove ocorrências neste ano», refere o Diário de Notícias.

destaques