SÁBADO, 24-06-2017, ANO 18, N.º 6356
Foto genérica
Mali
Militar português morre em ataque terrorista
12:46 - 19-06-2017
Um militar português perdeu a vida no Mali, na sequência de um ataque terrorista no passado domingo. Tinha 40 anos, era natural de Valongo e prestava serviço no Comando Pessoal no Porto.

O Estado-Maior General das Forças Armadas anunciou que o militar português estava ao serviço da missão da União Europeia no Mali.

Um outro militar português saiu ileso deste ataque que aconteceu no passado domingo pelas 16.00 horas no Hotel Le Campement Kangaba, nas imediações de Bamako.

Já foi instaurado um inquérito no sentido de esclarecer as circunstâncias que envolveram o ataque terrorista em Bamako.

A nota do Exército refere que o militar perdeu a vida «devido a confrontos ocorridos na sequência de um ataque de elementos rebeldes que provocou outras baixas entre elementos de outros contingentes».
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Política O primeiro-ministro assinou sexta-feira um despacho em que pede à ministra da Administração Interna que providencie um «cabal esclarecimento» sobre as falhas ocorridas na rede SIRESP, entre sábado e terça-feira, durante os incêndios. O despacho acontece depois da resposta da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) ao primeiro-ministro, assumindo as falhas na rede SIRESP, entre sábado e terça-feira, alegando que foram usadas «comunicações de redundância». Foi precisamente entre as 19 e
Revista de Imprensa «A Polícia Judiciária tinha, até ontem à tarde, assinalado o desaparecimento de uma dúzia de pessoas no incêndio de Pedrógão Grande. O Instituto de Medicina Legal terminou a identificação das 64 vítimas mortais», diz o Jornal de Notícias.
Revista de Imprensa «Incidentes com drones que quase colidiram com aviões estão a ser investigados e já resultaram em queixa-crime Gabinete de InvestigaçãO de Acidentes registou nove ocorrências neste ano», refere o Diário de Notícias.

destaques