SEGUNDA-FEIRA, 24-07-2017, ANO 18, N.º 6386
País
«Se a bicicleta está a andar, temos de continuar a pedalar» - António Costa
22:37 - 19-05-2017
O primeiro-ministro António Costa disse, esta sexta-feira que as boas noticias sobre a economia portuguesa não o fazem sentir-se descansado porque «se a bicicleta está a andar tem de se continuar a pedalar».

«Neste primeiro trimestre do ano crescemos como há muito tempo não crescíamos. Tivemos o défice mais baixo desde que somos um país democrático. Mas não podemos ficar descansados. Temos de encontrar ânimo acrescido para fazer mais e melhor. Se a bicicleta está a andar, nós temos de continuar a pedalar para ela continuar a andar», afirmou.

Na cerimónia de lançamento da primeira pedra do intercetor do Rio Tinto, Costa disse que para o país continuar a crescer, tem de aumentar o investimento dando condições ao privado e acompanhando-o de investimento público.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Estados Unidos O Presidente norte-americano considerou «triste» que os republicanos do Congresso tenham feito «tão pouco» para o proteger e criticou a investigação às alegadas ligações a Moscovo. «É muito triste que os republicanos, incluindo alguns que aproveitaram a minha vitória para chegar onde chegaram, façam tão pouco para proteger o seu presidente», escreveu Trump no Twitter. No início da semana, o Presidente dos Estados Unidos já tinha culpabilizado os democratas e «uns poucos republicanos
Pedrógão Grande Os familiares das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande criticaram este domingo a falta de informação e acompanhamento psicológico, numa reunião para debater os estatutos da futura associação, na qual estão a ponderar avançar com um processo contra o Estado. O encontro aconteceu em Figueiró dos Vinhos e juntou familiares das vítimas do incêndio. Os presentes criticaram fortemente a informação inútil, a burocracia, a não divulgação oficial da lista de vitimas e a falta de apoio psicológico pa
Sertã Mais de 500 operacionais e um meio aéreo estão a combater na noite deste domingo um incêndio no concelho da Sertã, distrito de Castelo Branco, indicou a Proteção Civil no seu site. Cerca das 21.40 horas a Proteção Civil indicou que estavam 544 operacionais no terreno apoiados por 168 meios terrestres. O incêndio em Coimbra já estará em fase de resolução, mas são ainda mais de 300 os bombeiros que continuam no local. O fogo no concelho de Gavião, distrito de Portalegre, mobiliza 2

destaques