SEGUNDA-FEIRA, 26-06-2017, ANO 18, N.º 6358
Julian Assange
Equador
Suécia abandona processo contra Julian Assange por alegada violação
11:02 - 19-05-2017
A procuradoria sueca informou esta sexta-feira que vai deixar abandonar a investigação sobre uma alegada violação de Julian Assange, fundador da WikiLeaks.

Assagen está na embaixada do Equador, em Londres, há vários anos para evitar extradição para a Suécia

«A procuradora-geral Marianne Ny decidiu hoje descontinuar a investigação preliminar que diz respeito à alegada violação de Julian Assange», informaram as autoridades em comunicado, citado pela agência Reuters.

Assange está exilado na embaixada do Equador, no Reino Unido, desde 2012, onde se refugiou para não ser extradição para a Suécia para ser julgado por crimes sexuais.

Assange receava viajar para Estocolmo, pois temia ser extraditado para os Estados Unidos onde seria jugado por ter revelado, através da WikiLeaks, milhares de ficheiros secretos referente às guerras do Afeganistão e do Iraque.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

País O líder do PSD, Pedro Passos Coelho falou em alegados suicídios relacionados com o fogo de Pedrógão Grande, devido à falta de apoio psicológico, mas a Administração Regional de Saúde (ARS) já desmentiu o líder partidário garantindo que não existe nenhum caso de suicídio relacionado com o incêndio. José Tereso, presidente da ARS, garantiu não existir nenhum caso de suicídio: «Não há, até hoje, nenhum caso de suicídio com ligação a essa zona», disse reagindo às insinuações de Pedro Passos Coe
Afeganistão O general norte-americano Joseph Dunford chegou esta segunda-feira ao Afeganistão com a missão de recolher os elementos finais para dar início a uma missão militar que incluiu o envio de 4 mil soldados para o país. O chefe de Estado-Maior das Forças Armadas vai reunir-se com oficiais afegãos e com as altas patentes militares da coligação. As forçar armadas norte-americanas estão a tentar resgatar alianças antigas no Afeganistão e identificar falhas entre grupos talibãs, sobretudo em Helman
País O Banco de Portugal passou a autorizar a abertura de conta de depósito exclusivamente através de canais digitais, confirmando a identificação do titular da conta em videoconferência. Esta instrução do Banco de Portugal, para entrar em vigor terá de ser publicada em Diário da República e no Boletim Oficial do banco central. Este diploma do Banco de Portugal vai permitir também às instituições iniciar relações de negócio distintas das contas de depósito bancário, como por exemplo contratos d

destaques