SÁBADO, 22-07-2017, ANO 18, N.º 6384
Revista de Imprensa
«Vieira constituído arguido em caso de burla ao BPN» - Jornal de Notícias
07:26 - 19-05-2017
«Empresa de presidente do Benfica recebeu mais de 12 milhões de um crédito obtido de forma fraudulenta por outra sociedade.»

«Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, está a ser investigado, enquanto empresário, há quase oito anos, por suspeitas de burla agravada de que foi vítima do BPN. O inquérito iniciou-se em 2009, com a denúncia do banco, já depois de nacionalizado. Na altura, o BPN dizia-se lesado num crédito nunca pago que atingiu o valor de 17,4 milhões de euros.» JN
Redação

comentários

3
Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter
Faça um comentário (máx: 300)
pans
19-05-2017 10:41
Não é só no BPN, ainda faltam mais.......
AntiEstupidez
19-05-2017 08:21
Creio até , que seja já a 'Santa Aliança' no inicio da sua estratégia .
AntiEstupidez
19-05-2017 08:19
Se este senhor teve algum acto ilícito, investigue-se, julgue-se e condene-se. Que ninguém faça condenações na praça publica sobre o que desconhece e que não está ainda em julgamento !

mais do dia

Europa Apesar da descida das taxas de desemprego em vários países europeus, «mais cedo ou mais tarde, o emprego vai diminuir», alerta a Comissão Europeia (CE) na ‘Análise Anual do Emprego e da Situação Social na Europa’ publicada esta semana. Tendo sempre as evoluções demográficas como pano de fundo, que levarão a «restrições do fornecimento de mão de obra», o documento esclarece que, no pior dos cenários, «o crescimento do emprego será negativo dentro de cinco anos». «Na melhor das hipóteses,
ONU O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, «deplorou profundamente» a morte de três palestinos, esta sexta-feira, após confrontos com forças de segurança israelitas. O vice-porta-voz da ONU, Farhan Haq, afirmou que o antigo primeiro-ministro português apelou a todos os líderes políticos, religiosos e comunitários «para ajudarem a reduzir a tensão. Haq adiantou, também, que «o secretário-geral reitera que a santidade dos locais religiosos deve ser respeitada como locais d
Estados Unidos Os cinco adolescentes que filmaram e se divertiram a assistir à morte de um homem que se estava a afogar numa lagoa na Florida não vão ser acusados de negligência criminal, informaram as autoridades locais. No vídeo de dois minutos de duração, ouvem-se os adolescentes, com idades entre 14 e 16 anos, a rirem-se de Jamel Dunn, de 32 anos (era deficiente e andava com uma bengala) que pede ajuda para se manter à tona numa lagoa de Cocoa, costa leste do Estado da Florida, e a dizer-lhes que vai m

destaques