QUARTA-FEIRA, 24-05-2017, ANO 18, N.º 6325
Donald Trump (AP)
Estados Unidos
Democratas querem anular ordem de Trump para a construção do muro
22:11 - 20-03-2017
Um grupo de 24 senadores democratas apresentou, esta segunda-feira, um projeto lei para suspender a ordem executiva do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que determina a construção de um muro com o México para travar a imigração ilegal.

A proposta foi promovida pelo senador Tom Carper, eleito pelo Estado do Delaware, e contou com o apoio de outros 23 senadores, todos democratas, exceto Bernie Sanders, que disputou a nomeação como candidato presidencial por este partido, mas continua a classificar-se como independente.

A ordem foi o primeiro passo para avançar na construção do muro na fronteira sul, o que degradou as relações com o México, cujo custo em 2018 está estimado pela Casa Branca em 2,6 mil milhões de dólares (2,4 mil milhões de euros).

Em comunicado, a senadora Catherine Cortez Masto (Estado do Nevada) criticou a ordem, considerando-a «indigna, anti-norte-americana e má para a segurança.»

O independente Gabinete de Contabilidade Pública (GAO, na sigla em inglês) admitiu que o custo total do muro pode ascender aos 21 mil milhões de dólares, sem considerar o pagamento de indemnizações por expropriação de terras.

Este valor excede em muito os cerca de oito mil milhões de dólares avançados inicialmente por Trump.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Reino Unido Milhares de pessoas juntaram-se durante a tarde e noite de terça-feira numa vigília de homenagem, em Manchester, às vítimas do ataque terrorista que segunda-feira à noite, no Manchester Arena. O bombista fez-se explodir, no final do concerto da cantora norte-americana Ariana Grande, matando 22 pessoas e deixando feridas 64.
Vaticano O Papa Francisco recebeu esta quarta-feira no Vaticano o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a mulher Melania, a filha e o genro, numa visita de cerca de 30 minutos, sob forte esquema de segurança. Esta foi a terceira paragem da primeira viagem internacional de Trump, que já passou pela Arábia Saudita, Israel e Cisjordânia. O papa recebeu Trump e Melania - vestida de preto com véu, tal como Ivanka Trump -, com um aperto de mão e um «bem-vindo» em inglês, a que Trump respondeu «é uma
Reino Unido As autoridades britânicas detiveram esta manhã três indivíduos suspeitos de terem ligações ao ataque no Manchester Arena, que segunda-feira à noite matou 22 pessoas e feriu 64. Já durante o dia de ontem tinha sido detido um outro individuo também suspeito de ser cúmplice do bombista suicida. As três detenções ocorreram no sul de Manchester, em Fallowfield, um dos bairros mais críticos da cidade. O ministra do interior, Amber Rudd, já tinha revela que «muito provavelmente» Salman Abedi, au

destaques