TERÇA-FEIRA, 28-03-2017, ANO 18, N.º 6268
Cascais
Buscas por pescador desaparecido serão retomadas terça-feira
21:17 - 20-03-2017
As buscas pelo pescador desaparecido no domingo ao largo de Cascais foram parcialmente suspensas, mantendo-se apenas a corveta da Marinha.

O final do dia ditou o fim das buscas por terra desenvolvidas pela Polícia Marítima local e por helicóptero.

As buscas decorreram esta segunda-feira entre as 6.20 horas e terminaram cerca das 18.00 horas, devendo ser retomadas na terça-feira à mesma hora, com os mesmos meios.

O alerta do desaparecimento do pescador foi dado por populares ao fim da manhã de domingo.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

São Tomé e Príncipe Um programa de conservação da biodiversidade e florestas dos países da África Central, financiado em nove milhões de dólares (8,2 milhões de euros) pelo Banco Mundial, União Europeia e Agência Francesa de Desenvolvimento, foi hoje lançado em São Tomé. A coordenadora sub-regional deste programa, a portuguesa Mariana Carvalho, explicou, na capital são-tomense, que o programa envolve 11 países da África Central e Ocidental, incluindo São Tomé e Príncipe, e destina-se «a apoiar, capacitar e refo
Irão O grupo extremista Estado Islâmico ameaçou, esta segunda-feira, o Irão e o seu líder, Ali Khamenei, pelo papel ativo que tem nos conflitos atuais. «Tu, pessoa maldita que controla o dito regime islâmico iraniano, ficas a saber que em breve vamos destruir a tua casa», disse um representante `jihadista´ através de um vídeo divulgado. O Irão, país cuja população é xiita na larga maioria, é um importante aliado militar e financeiro do regime sírio no conflito que o opõe desde 2011 a vários opo
Moçambique O registo da avioneta que se despenhou hoje com seis pessoas na cadeia de montanhas de Machipanda, no centro de Moçambique, foi feito há 43 anos e caducou em junho de 2016, segundo informação a que a agência Lusa teve acesso. Dados publicados em 2015 na página na Internet do Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM) indicam que o aparelho, um Islander, com o registo moçambicano C9-AOV, modelo BN2A-3 e número de série 024, foi matriculado a 10 de maio de 1973 e o registo caducou a 11 de

destaques