DOMINGO, 26-03-2017, ANO 18, N.º 6266
Paris e Berlim pedem à Rússia apoio para as negociações de Genebra
Alemanha
Paris e Berlim pedem à Rússia apoio para as negociações de Genebra
15:05 - 17-02-2017
A Alemanha e a França pediram hoje à Rússia para apoiar as negociações entre o regime sírio e a oposição e sublinharam que a única solução possível para esta guerra é a política.

«A opção política é a única» possível na Síria, afirmou Jean-Marc Ayrault, ministro dos Negócios Estrangeiros francês, numa conferência de Imprensa conjunta com o seu homólogo alemão Sigmar Gabriel após um encontro com representantes de vários países, entre os quais a Rússia, durante a reunião de chefes da diplomacia do G20.

Jean-Marc Ayrault disse estar convencido de que, sobretudo a Rússia pode ter «um papel construtivo» se levar o Presidente sírio, Bashar al-Assad, à mesa das negociações com a oposição, na próxima semana, em Genebra.


Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Madeira A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a morte de uma mulher, de 79 anos, que foi encontrada sem vida na zona do Arco da Calheta, na Madeira. As autoridades estão a interrogar o filho, de 45 anos, que partilhava casa com a vítima. O homem regressou há três semanas de Londres, existindo relatos de que tinham um passado conflituoso. O caso está a ser investigado como homicídio, uma vez que a vítima terá sido esfaqueada.
Cabo Verde A cidade do Mindelo, na ilha de São Vicente, acolhe nos dias 30 e 31 deste mês acolhe a terceira mesa redonda dedicada ao sector do turismo, desta feita sobre o tema `Turismo Urbano, Cultural e Náutico´. Segundo um comunicado do governo de Cabo Verde, a escolha de São Vicente tem a ver com as suas características de «ilha urbana, com um cosmopolitismo que lhe advém da sua cidade-porto com forte ligação ao mundo e à economia marítima». Esta mesa redonda visa analisar com as Câmaras Munici
Lisboa A rotura de uma conduta de água está a condicionar o trânsito em duas faixas da calçada de Carriche, em Lisboa, devido aos trabalhos de reparação. A Empresa Portuguesa das Águas Livres (EPAL) sugere aos condutores que, durante o dia de segunda-feira, optem por meios de transporte alternativos, ou vias alternativas, para o acesso a Lisboa. A rotura, no entanto, não põe em causa o abastecimento da água naquela zona da cidade

destaques