TERÇA-FEIRA, 27-06-2017, ANO 18, N.º 6359
Guarda
Unidade de Saúde da Guarda abre processo para apurar responsabilidades em morte de bebé
13:14 - 17-02-2017
O Conselho de Administração (CA) da Unidade Local de Saúde da Guarda abriu hoje um processo para apurar responsabilidades na morte de um bebé por alegada falta de assistência.

«Após ter conhecimento desta situação, o Conselho de Administração comunicou à tutela e aguarda-se que vá iniciar-se amanhã [sábado] mesmo um inquérito com três especialistas de obstetrícia e uma jurista externos, da parte da Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro, exatamente para haver uma isenção em todo este processo», afirmou hoje aos jornalistas o presidente do CA, Carlos Rodrigues.

Uma mulher em final de gestação perdeu o bebé depois de ter estado hora e meia à espera do obstetra, que se encotrava no hospital.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Argentina O Governo decretou dois dias de luto nacional pelas 15 vítimas mortais do acidente de autocarro, ocorrido no domingo na província de Mendoza. Os edifícios públicos têm durante o dia de hoje e amanhã, as bandeiras a meia haste devido ao acidente com um autocarro que transportava maioritariamente estudantes de uma academia de dança. O acidente ocorreu na estrada nacional 144, a cerca de 30 quilómetros de San Rafael, onde o autocarro capotou em circunstâncias que ainda estão a ser investigada
França O ex-primeiro-ministro francês Manuel Valls anunciou hoje a sua saída do Partido Socialista, depois de 37 anos como militante. Valls passa a integrar a maioria parlamentar do novo presidente Emmanuel Macron. Valls disse, durante uma entrevista à rádio RTL, que se «passou uma página», referindo-se às presidenciais franceses e às eleições legislativas que lhe garantiram a reeleição como deputado. «Por coerência quero estar no centro desta maioria. Acaba-se uma parte da minha vida política»,
Revista de Imprensa «A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) revelou, ao final da tarde desta segunda-feira, a ´fita do tempo´ das ações registadas no Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO) - uma espécie de ´caixa negra´ da Proteção Civil - durante os primeiros dias do incêndio em Pedrógão Grande.» «Na lista, que o presidente da ANPC, Joaquim Leitão, enviou ao primeiro-ministro António Costa, contam-se pelo menos dez momentos graves em que as comunicações via SIRESP falharam.»

destaques