SÁBADO, 29-04-2017, ANO 18, N.º 6300
Matos Correia
Política
Impasse nos trabalhos da comissão de inquérito à CGD mantém-se até 3.ª feira
09:16 - 17-02-2017
inquérito à gestão da CGD de hoje foi inconclusiva, tendo sido reagendado outro encontro para terça-feira, informou o presidente em exercício da comissão, Paulo Trigo Pereira (PS), que assumiu a liderança da comissão depois da demissão de José Matos Correia.

Segundo Trigo Pereira, o objetivo da reunião de hoje foi saber se havia informação sobre o novo presidente da comissão por parte dos partidos (PSD e CDS-PP) que, por terem imposto esta comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) de forma potestativa, têm o dever de nomear o seu presidente.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Revista de Imprensa «As multinacionais tecnológicas Google e Facebook reconheceram, esta semana, terem sido alvo de um esquema de "phishing", que as fez transferir mais de 100 milhões de dólares para contas na Lituânia, Chipre, Hong Kong, Eslovénia, Hungria e Letónia.» «Em março, o Departamento de Justiça norte-americano anunciou a detenção de um cidadão lituano acusado de fraude, roubo de identidade e lavagem de dinheiro, por se fazer passar por funcionário de uma empresa de Taiwan.» - JN 29/04/2017
Revista de Imprensa «Mediante as alterações ao Código Penal propostas por um grupo de trabalho nomeado pelo Ministério da Justiça, os juízes poderão aplicar aos arguidos penas de até dois anos de obrigação de permanência na habitação, com controlo de pulseira eletrónica, mas com a faculdade de, no âmbito de planos de reinserção social, deixar os condenados trabalhar ou estudar.» - JN 29/04/2017
São Tomé e Príncipe O novo presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Manuel Silva Gomes Cravid, prometeu hoje, durante o ato de empossamento, «dar volta ao total descrédito e incompreensão» em que se afundaram os tribunais do país. «Os tribunais não funcionam, os tribunais estão mal, os tribunais são isto, os tribunais são aquilo, todos o dizem, tornou-se uma canção de pouco gosto que muitos decidiram usar como um hino, como se tudo funcionasse em São Tomé e Príncipe menos os tribunais… Basta olhar à noss

destaques