SEGUNDA-FEIRA, 27-03-2017, ANO 18, N.º 6267
Cientistas identificam no cérebro ligação entre ´stress` e doenças cardiovasculares
Ciência
Cientistas identificam no cérebro ligação entre ´stress` e doenças cardiovasculares
10:18 - 12-01-2017
O trabalho de investigação publicado hoje na revista especializada Lancet, refere que cientistam acreditam ter descoberto como o `stress` faz aumentar o risco de doenças cardiovasculares, concentrando-se numa zona do cérebro associada ao comportamento e às emoções.

A ligação entre a atividade nas amígdalas cerebelosas, localizadas no sistema límbico, e um risco aumentado de desenvolver doenças cardiovasculares.

Este trabalho teve por base estudos anteriores que mostravam que esta zona do cérebro está mais ativa em pessoas com perturbações como ´stress`pós-traumático, mas agora avança-se que as amígdalas ordenam à medula óssea a produção de mais glóbulos brancos, que depois de libertados no sangue provocam a inflamação das artérias.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

País A associação de apoio às vítimas do surto de `legionella´ de Vila Franca de Xira mostrou-se, este domingo, inconformada com a acusação do Ministério Público e vai requerer a abertura de instrução e avançar com uma ação popular contra o Estado. O surto de `legionella´ teve início em novembro de 2014, tendo provocado a morte a 12 pessoas e infetado outras 375, mas o Ministério Público, na acusação, explica que apenas conseguiu estabelecer o nexo de causalidade em 73 das pessoas afetadas e em o
Lisboa Um homem morreu este domingo depois de ter sido atropelado na rua Marquês de Fronteira, em Lisboa. O alerta foi dado às 20.50 horas. No local estiveram elementos do Regimento de Sapadores dos Bombeiros de Lisboa e o INEM, mas a vítima acabou por morrer.
Iraque O chefe das forças norte-americanas no Médio Oriente lamentou a morte de civis em ataques aéreos em Mossul, no Iraque, classificando de «tragédia terrível». «Estamos a investigar este incidente para determinar exatamente o que aconteceu, e vamos continuar a tomar medidas excecionais para evitar atingir civis", afirmou o general Joe Votel em comunicado. As forças iraquianas, apoiadas pelos ataques aéreos da coligação internacional contra o grupo Daesh, estão envolvidas numa ofensiva para r

destaques