SEGUNDA-FEIRA, 27-02-2017, ANO 18, N.º 6239
Incêndio em garagem obriga à retirada de 150 pessoas de seis prédios
Guimarães
Incêndio em garagem obriga à retirada de 150 pessoas de seis prédios
08:30 - 12-01-2017
Seis edifícios foram evacuados, em Guimarães, devido um incêndio que começou, esta madrugada, numa garagem. Os moradores não ficaram feridos, há apenas registo de um bombeiro com ferimentos ligeiros na mão.

«O incêndio terá começado na garagem de um dos prédios e depois propagou-se a outros edifícios», adiantou fonte dos bombeiros voluntários locais.

Há seis carros danificados, mas as casas não têm danos significativos, não tendo ficado ninguém desalojado, avança a CMTV.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Suíça O secretário-geral da ONU, António Guterres, lamentou esta segunda-feira, no Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas, a emergência do «populismo», a que chamou de «fenómeno perverso», condenando também a tortura. «Vemos prosperar o fenómeno perverso do populismo e do extremismo num contexto de crescente onda racista, xenófoba, antissemita e islamofóbica, entre outras formas de intolerância», disse Guterres, ao abrir a 34ª sessão do Conselho. Guterres fez um apelo para «resistir c
Irão O governo do Irão deu esta segunda-feira os parabéns ao realizador Asghar Farhadi por ter vencido o segundo Oscar da sua carreira - «O apartamento» venceu na categoria de melhor filme em língua estrangeira -, e também pela decisão de não comparecer à cerimónia em protesto contra as medidas migratórias dos Estados Unidos. «Estamos orgulhosos dos atores e da equipa de ´O apartamento´ pelo Oscar e por sua posição contra o veto aos muçulmanos», escreveu o ministro dos Negócios Estrangeiros Moham
Angola Angola colocou 107 mil milhões de kwanzas (610,6 milhões de euros) em dívida pública na última semana, mais do que duplicando o valor face à anterior, com os juros a descerem para menos de 24% a um ano. Segundo dados compilados hoje pela Lusa, com base no relatório semanal sobre a evolução dos mercados monetário e cambial do BNA, o banco central angolano colocou no mercado primário, entre 20 e 24 de fevereiro, as segundas emissões de dívida pública de 2017, um total de 102,5 mil milhões de kw

destaques