QUARTA-FEIRA, 18-01-2017, ANO 17, N.º 6199
Revista de Imprensa
«Candidatos à GNR e à PSP vão pagar 40 euros» - Jornal de Notícias
08:26 - 12-01-2017
«Polícias arrecadam quase um milhão de euros com concursos de recrutamento, mas nova taxa é inconstitucional e ilegal, avisa especialista.»

«A partir de 1 de fevereiro, concorrer à GNR e à PSP vai ter custos. Segundo uma portaria conjunta do Ministério das Finanças e do Ministério da Administração Interna (MAI) publicada quarta-feira, os candidatos às forças de segurança terão de pagar uma taxa de 40 euros no momento em que apresentarem a sua candidatura. Uma medida que, avisa o especialista em Direito Administrativo Paulo Veiga e Moura, é ´ilegal, inconstitucional e desproporcional`.» JN 12/1/2017
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Europa A Agência Espacial Europeia (ESA) informou, esta quarta-feira, que nove dos relógios que se encontram a bordo dos 18 satélites do sistema de navegação europeu Galileo falharam, assegurando que a operacionalidade do sistema não foi afetada. O diretor-geral da ESA explicou, em conferência de imprensa, que as falhas foram em seis relógios `maser´ passivos de hidrogénio e outros três `standard´ de frequência atómica de rubídio, cujos erros estão a ser investigados. Cada satélite está equipado
País A Autoridade Marítima Nacional informou esta quarta-feira que, entre os dias 14 e 18 de janeiro, deram à costa cinco golfinhos sem vida em Vila do Conde e na Póvoa de Varzim. Segundo o comunicado, três dos cinco animais estavam em elevado estado de decomposição. Os arrojamentos, circunstâncias em que os animais ficam encalhados na costa, foram registados pelo comando-local da Polícia Marítima de Vila do Conde e da Póvoa de Varzim.
Angola Angola aumentou a produção de petróleo de novembro para dezembro em 35,6 mil barris diários, ultrapassando a Nigéria na liderança dos produtores de crude em África, indica o último relatório mensal da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP). De acordo com dados do relatório, baseados em fontes secundárias da OPEP e compilados hoje pela Lusa, Angola atingiu no último mês de 2016 uma produção diária de 1,724 milhões de barris de crude. A Nigéria tinha destronado Angola, em outu

destaques