TERÇA-FEIRA, 21-02-2017, ANO 18, N.º 6233
Revista de Imprensa
«Europa não quer regresso de jihadista e apoia julgamentos na Síria e no Iraque» - Diário de Notícias
07:35 - 12-01-2017
«Cerca de 1500 combatentes terroristas já regressaram à Europa, mas o número de condenações é muito reduzido.»

«As autoridades da União Europeia (UE) defendem que os jihadistas dos Estados membros que se juntaram ao Daesh possam ser julgados e cumpram penas na Síria, no Iraque ou noutros países da região como a Jordânia e o Líbano, evitando que regressem aos seus países de origem.»

«Os julgamentos teriam lugar em tribunais especiais, nos quais peritos internacionais apoiariam os advogados e juízes locais. Esta é uma das medidas propostas pelo coordenador de luta antiterrorista da UE, Gilles de Kerchove, discutida, no final do ano passado, com os ministros da administração interna e da justiça europeus.» DN 12/1/2017
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Rússia O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que a morte do embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin, é «uma perda irreparável para a política externa russa», em mensagem divulgada esta terça-feira pelo Kremlin. Churkin, que morreu na véspera de fazer 65 anos, sofreu um ataque cardíaco no seu escritório da missão russa nas Nações Unidas, onde trabalhava desde 2006. «Vitaly Ivanovich Churkin era, sem exagero, um dos diplomatas de maior destaque. Um profissional do mais alto nível, pesso
Angola O Governo angolano está a preparar o processo de certificação de país livre da dranculose, doença debilitante provocada pela ingestão de água estagnada, uma vez que não há casos confirmados no país, informou esta terça-feira o Ministério da Saúde. De acordo com a mesma informação, Angola está identificada epidemiologicamente pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como um dos países da região africana sem casos confirmados da doença, tendo solicitado apoio técnico para a obtenção da certifica
País A Comissão Europeia anunciou hoje que acordou com os governos de Portugal e Espanha, uma «resolução amigável» para o litígio em torno de Almaraz, com Portugal a receber toda a documentação referente ao projeto espanhol. Na sequência de uma reunião conjunta entre o presidente da Comissão Jean-Claude Juncker, António Costa e Mariano Rajoy, é divulgado em Bruxelas, que «terá lugar, nos próximos dias, uma visita conjunta às instalações, [de Almaraz], que irá contar com a participação da Comissão

destaques