TERÇA-FEIRA, 21-02-2017, ANO 18, N.º 6233
Nicolás Maduro (AP)
Venezuela
Maduro insiste que parlamento está em «auto-dissolução»
00:18 - 12-01-2017
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, insistiu que o parlamento, onde a oposição representa a maioria, está em «auto-dissolução» que o seu Executivo jamais fará o que os parlamentares pretendem que faça.

«A Assembleia Nacional (AN) está auto-dissolvida, a mim não me tremerá o pulso. Jamais iremos fazer o que eles querem que façamos. Dentro da Constituição tudo, fora da Constituição nada», vincou.

Nicolás Maduro falava em Manágua, na Nicarágua, durante uma reunião do Comité Executivo do Foro de São Paulo, na qual participaram mais de 17 delegações de esquerda, nicaraguenses.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

País O Governo decidiu dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval, no dia 28 de fevereiro, aos trabalhadores que exercem funções públicas, refere um despacho assinado pelo primeiro-ministro. O Executivo esclarece que «embora a terça-feira de Carnaval não conste da lista de feriados obrigatórios», existe em Portugal «uma tradição consolidada de organização de festas neste período». Desta forma é concedida «tolerância de ponto aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da
Rússia O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que a morte do embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin, é «uma perda irreparável para a política externa russa», em mensagem divulgada esta terça-feira pelo Kremlin. Churkin, que morreu na véspera de fazer 65 anos, sofreu um ataque cardíaco no seu escritório da missão russa nas Nações Unidas, onde trabalhava desde 2006. «Vitaly Ivanovich Churkin era, sem exagero, um dos diplomatas de maior destaque. Um profissional do mais alto nível, pesso
Angola O Governo angolano está a preparar o processo de certificação de país livre da dranculose, doença debilitante provocada pela ingestão de água estagnada, uma vez que não há casos confirmados no país, informou esta terça-feira o Ministério da Saúde. De acordo com a mesma informação, Angola está identificada epidemiologicamente pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como um dos países da região africana sem casos confirmados da doença, tendo solicitado apoio técnico para a obtenção da certifica

destaques