SÁBADO, 30-07-2016, ANO 17, N.º 6027

mais do dia

Brasil O antigo presidente do Brasil, Lula da Silva, disse na sexta-feira estar cansado de denúncias contra si, depois de ter sido constituído arguido, pela primeira vez, no âmbito da Operação Lava Jato. «Não quero falar dos meus problemas pessoais para não transformá-los em problemas coletivos, mas enquanto estou aqui conversando com vocês, fiquei a saber que foi aceite uma denúncia contra mim de obstrução da Justiça», disse, durante um discurso para trabalhadores do ramo financeiro em São Paulo.
País A GNR deteve entre as 20 horas de sexta-feira e as 8 horas de hoje, em todo o país, 42 pessoas em várias ações que realizou, anunciou a corporação. Segundo a GNR, as ações tiveram como principais objetivo a prevenção e combate à criminalidade violenta e a fiscalização rodoviária. Em comunicado, a GNR adianta que 17 pessoas foram detidas por condução sob o efeito do álcool, 11 por condução sem habilitação legal e uma por tráfico de estupefacientes.
Turquia Um tribunal de Istambul decidiu sexta-feira aplicar a prisão preventiva a 17 jornalistas turcos por alegada ligação ao clérigo Fethullah Gülen, acusado por Ancara de tentativa de golpe de Estado. Dos 21 jornalistas presentes a tribunal, quatro foram libertados e 17 ficaram presos preventivamente, informou a agência de notícias estatal Anadolu. Entre os detidos está o jornalista veterano Nazli Ilicak, antigo deputado, que saiu do jornal pró-governamental Sabah em 2013, depois de criticar al
Conteúdo inexistente.

destaques