TERÇA-FEIRA, 03-05-2016, ANO 17, N.º 5939

mais do dia

Lisboa O homem que fez um disparo durante as agressões no Palácio do Kebab, no Cais do Sodré, e que aparece nas imagens gravadas, entregou-se às autoridades, avança a TVI 24. O indivíduo já foi presente ao juiz de instrução, ficando em liberdade, com termo de identidade e residência. Recorde-se que o suspeito era procurado pelas autoridades depois das agressões entre o dono do restaurante Palácio do Kebab e um grupo de clientes.
Vila Velha de Ródão O incêndio que deflagrou esta terça-feira num armazém de matéria-prima e em maquinaria na fábrica de papel tissue do grupo The Navigator Company, antiga Portucel/Soporcel, em Vila Velha de Ródão, está dominado mas ainda não extinto. Segundo o Notícias ao Minuto, o incêndio está «dominado» e os bombeiros estão agora a tentar retirar o material do armazém, para não continuarem a deitar água para o local. Um bombeiro terá ficado ferido devido à inalação de fumos, tendo sido observad
Israel Um tribunal de Jerusalém condenou, esta terça-feira, um homem israelita à prisão perpétua pela morte de um palestino que foi queimado vivo em 2014, crime que contribuiu para a escalada de violência durante a guerra de Gaza. O crime data a 2 de julho de 2014, em Jerusalém Oriental – parte palestina da capital anexada e ocupada por Israel – , sendo Yosef Haim Ben David, um judeu de 31 anos, foi acusado de ter morto o jovem palestino, de 16 anos, Mohammed Abou Khdeir.
Conteúdo inexistente.

destaques