SÁBADO, 02-07-2016, ANO 17, N.º 5999

mais do dia

Justiça O diretor do Museu da Presidência, Diogo Gaspar, ficou, nesta sexta-feira, em liberdade, mediante o pagamento de uma caução de 50 mil euros, mas suspenso das funções públicas que exercia, por decisão da juíza de Instrução Criminal no processo da operação «Cavaleiro». Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), a juíza Maria Antónia Andrade decidiu, também, proibir Diogo Gaspar de «contactar com funcionários e entrar no Museu da Presidência, Secretaria-geral da Presidência e Palácio da Ci
França A partir desta sexta-feira, veículos registados antes de 1997 estão impedidos de circular em Paris, medida que visa controlar os elevados níveis de poluição na capital francesa. Os parisienses vão, deste modo, ter de encontrar alternativas, como os transportes públicos, comprar um carro com matrícula de 1998 ou a utilização de sistemas de táxi, como a Uber ou Koolicar. Paris é uma das cidades europeias com pior qualidade do ar e, por isso, proibiu a circulação de todos os carros registado
Bangladesh Um grupo armado assaltou, esta sexta-feira, um restaurante localizado num bairro diplomático da capital do Bangladesh (Dhaka). Segundo fonte policial, o grupo constituído por oito/nove elementos, «fez diversos reféns, incluindo estrangeiros». O dono do restaurante disse à televisão norte-americana CNN que seriam cerca de 20 os reféns. Já em declarações à estação de televisão Jamuna, um dos funcionários do restaurante, que escapou ileso, disse que no momento do ataque «os homens gritar
Conteúdo inexistente.

destaques