SEXTA-FEIRA, 04-09-2015, ANO 16, N.º 5697

mais do dia

Moçambique A Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), partido no poder, considerou, esta sexta-feira, que a Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), principal partido na oposição, «fez sofrer o povo moçambicano durante 16 anos» e vem assumindo «posturas terroristas». Referindo-se às recentes declarações do líder da RENAMO, Afonso Dhlakama, que ameaçou com «atos de violência» caso o governo não reconheça a vitória deste partido em várias províncias do país, o porta-voz da FRELIMO, Damião José cons
Porto O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, defendeu, esta tarde, que a subconcessão da Metro do Porto e da STCP aos franceses da Transdev e aos espanhóis da Alsa, respetivamente, representa uma «clara violação da lei». «É surreal que o prazo das candidaturas para este ajuste direto – que consideramos ilegal – tenha terminado ontem, e hoje, passadas poucas horas, já eram conhecidos os vencedores do concurso», disse o líder sindicalista. Denunciando a «pressa» e a «falta de transparência no
Cabo Verde O setor do turismo representa 20 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) de Cabo Verde, anunciou, esta sexta-feira, o Instituto Nacional de Estatística (INE). Mas segundo a ministra do Turismo, Investimentos e Desenvolvimento Empresarial, Leonesa Fortes, o impacto do setor na economia ultrapassa os números oficiais. «Estamos a falar das agências de viagens, dos restaurantes, dos transportes, e vários outros serviços que estão à volta do setor do turismo», explicou a ministra, que referiu
Conteúdo inexistente.

destaques