QUINTA-FEIRA, 11-02-2016, ANO 17, N.º 5857
/
Internacional
Tsunami atinge Japão após sismo de 8.9; 40 mortos confirmados (com vídeo)
07:32 - 11-03-2011
Arrasador. Um sismo de magnitude 8.9 na escala de Richter atingiu, esta manhã, o nordeste do Japão, provocando um tsunami que atingiu algumas zonas costeiras e numerosas réplicas. Há pelo menos 40 mortos confirmados pelas autoridades citadas pela AP e 39 desaparecidos.

Segundo imagens da televisão japonesa NHK, transmitidas pelas agências internacionais, ondas com cerca de dez metros de altura invadiram a terra, levando à frente carros, barcos e alguns edifícios na prefeitura de Fukushima. A zona de Miyagi foi outra das mais afectadas pelo tsunami.

De acordo com o Instituto de Geofísica norte-americano, o sismo ocorreu às 14.46 horas locais (5.46 horas em Lisboa), a 179 quilómetros a leste de Sendai, ilha de Honshu e a 382 quilómetros de Tóquio. Após o sismo já se seguiram 19 réplicas, quatro delas com magnitudes entre 6.4 e 7.1. Logo após o primeiro abalo foi emitido um alerta tsunami para o Japão, Filipinas, Indonésia, zonas costeiras russas junto ao Pacífico, Tawian, Austrália, Ilhas Marianas, Havai e México. Várias zonas começaram já a ser evacuadas.

Em Sendai, o edifício de um hotel desabou e teme-se a morte de várias pessoas.

Muitos edifícios em Tóquio abanaram violentamente e, segundo a AFP, um edifício desmoronou-se na cidade, onde 600 estudantes participavam numa cerimónia de entrega de diplomas. Há vários feridos.

O tsunami que se seguiu atingiu o parque da Disneylândia, situado na região de Tóquio, que ficou completamente inundado.

Os transportes aéreos e ferroviários já foram interrompidos.

Ainda segundo a Reuters, registam-se alguns incêndios após o abalo. Uma refinaria a nordeste de Tóquio está a arder.

Entrento, o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, já reuniu de emergência com o seu governo e determinou a criação de um comité de crise para monitorizar a situação. Meios navais já foram enviados para Tóquio e para a zona de Miyagi.

Embaixada tenta contactar comunidade portuguesa
A chanceler da embaixada portuguesa em Tóquio já fez saber, em declarações à Antena 1, que a embaixada está a tentar contactar os cerca de 400 portugueses residentes no Japão, mas a falta de telecomunicações está a dificultar a operação. A responsável disse, no entanto, que na zona mais afectada (Sendai) pelo tsunami residem poucos portugueses.

Notícia actualizada às 10h58

Veja o vídeo

Redacção

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Fátima A Capelinha das Aparições, no Santuário de Fátima, foi alvo de vandalismo na noite de quarta-feira, informou a instituição na sua página oficial na Internet, onde acrescenta que a Imagem de Nossa Senhora de Fátima não sofreu qualquer dano. «Um carro, a alta velocidade, entrou no recinto, depois da recitação do Rosário das 21,30 h e foi embater na estrutura da Capelinha, provocando danos nas portas de acesso e danificando parte do muro. O condutor saiu do carro e com um artefacto (...) tentou
Ciência Stephen Hawking reagiu com entusiasmo à deteção de ondas gravitacionais. O físico britânico sustenta que esta conclusão abre a porta a «uma nova forma de olhar o Universo». «A capacidade de as detetar tem o potencial de revolucionar a Astronomia», disse à estação televisiva britânica BBC o físico de 74 anos, especialista em buracos negros. «Além de provar a Teoria da Relatividade Geral, podemos esperar ver buracos negros ao longo da história do Universo. Poderemos inclusive ver os vestígio
França O presidente francês François Hollande anunciou esta quinta-feira a segunda remodelação governamental e a sua derradeira tentativa de revitalizar o executivo antes das eleições de 2017. Uma das mudanças passa pela entrada de Jean-Marc Ayrault, que sucede a Laurent Fabius no cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros. Outra novidade desta remodelação é a inclusão de três elementos ligados aos Verdes, partido que se coligou inicialmente com o Governo de Hollande mas que abandonou o executivo c

destaques