DOMINGO, 31-07-2016, ANO 17, N.º 6028
/
Internacional
Tsunami atinge Japão após sismo de 8.9; 40 mortos confirmados (com vídeo)
07:32 - 11-03-2011
Arrasador. Um sismo de magnitude 8.9 na escala de Richter atingiu, esta manhã, o nordeste do Japão, provocando um tsunami que atingiu algumas zonas costeiras e numerosas réplicas. Há pelo menos 40 mortos confirmados pelas autoridades citadas pela AP e 39 desaparecidos.

Segundo imagens da televisão japonesa NHK, transmitidas pelas agências internacionais, ondas com cerca de dez metros de altura invadiram a terra, levando à frente carros, barcos e alguns edifícios na prefeitura de Fukushima. A zona de Miyagi foi outra das mais afectadas pelo tsunami.

De acordo com o Instituto de Geofísica norte-americano, o sismo ocorreu às 14.46 horas locais (5.46 horas em Lisboa), a 179 quilómetros a leste de Sendai, ilha de Honshu e a 382 quilómetros de Tóquio. Após o sismo já se seguiram 19 réplicas, quatro delas com magnitudes entre 6.4 e 7.1. Logo após o primeiro abalo foi emitido um alerta tsunami para o Japão, Filipinas, Indonésia, zonas costeiras russas junto ao Pacífico, Tawian, Austrália, Ilhas Marianas, Havai e México. Várias zonas começaram já a ser evacuadas.

Em Sendai, o edifício de um hotel desabou e teme-se a morte de várias pessoas.

Muitos edifícios em Tóquio abanaram violentamente e, segundo a AFP, um edifício desmoronou-se na cidade, onde 600 estudantes participavam numa cerimónia de entrega de diplomas. Há vários feridos.

O tsunami que se seguiu atingiu o parque da Disneylândia, situado na região de Tóquio, que ficou completamente inundado.

Os transportes aéreos e ferroviários já foram interrompidos.

Ainda segundo a Reuters, registam-se alguns incêndios após o abalo. Uma refinaria a nordeste de Tóquio está a arder.

Entrento, o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, já reuniu de emergência com o seu governo e determinou a criação de um comité de crise para monitorizar a situação. Meios navais já foram enviados para Tóquio e para a zona de Miyagi.

Embaixada tenta contactar comunidade portuguesa
A chanceler da embaixada portuguesa em Tóquio já fez saber, em declarações à Antena 1, que a embaixada está a tentar contactar os cerca de 400 portugueses residentes no Japão, mas a falta de telecomunicações está a dificultar a operação. A responsável disse, no entanto, que na zona mais afectada (Sendai) pelo tsunami residem poucos portugueses.

Notícia actualizada às 10h58

Veja o vídeo

Redacção

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Revista de Imprensa «Seis argelinos, que fugiram para a pista do Aeroporto Humberto Delgado quando o voo em que vinham da Argélia aterrou na Portela, lançaram ontem um alerta de terrorismo em Lisboa. Um deles estava ao final da noite ainda em fuga, ao que tudo indicava já fora do aeroporto após ter pulado a vedação.» «Cinco acabaram apanhados pela PSP e estão entregues à Unidade Nacional Contraterrismo da PJ. Os alertas de terrorismo estavam acionados, mas ao final da noite tudo indicava tratar-se de um caso de
Estados Unidos Um tiroteio, em Austin, no Texas, causou a morte a uma mulher de cerca de 30 anos, e fez pelo menos três feridos. No entanto a polícia de Austin, através da sua conta de Twitter, refere múltiplas vítimas. Segundo as autoridades locais ocorrerem dois tiroteios isolados em áreas diferentes. O atirador está a monte e as autoridades pedem à população para evitar deslocar-se à baixa da cidade.
Revista de Imprensa «Os esforços de várias associações ambientalistas portuguesa na recolha de beatas de cigarro do chão podem traduzir-se em breve em soluções de reciclagem sustentável. Protótipos estão já em marcha.» 31/7/2016

destaques