SEGUNDA-FEIRA, 30-05-2016, ANO 17, N.º 5966
/
Internacional
Tsunami atinge Japão após sismo de 8.9; 40 mortos confirmados (com vídeo)
07:32 - 11-03-2011
Arrasador. Um sismo de magnitude 8.9 na escala de Richter atingiu, esta manhã, o nordeste do Japão, provocando um tsunami que atingiu algumas zonas costeiras e numerosas réplicas. Há pelo menos 40 mortos confirmados pelas autoridades citadas pela AP e 39 desaparecidos.

Segundo imagens da televisão japonesa NHK, transmitidas pelas agências internacionais, ondas com cerca de dez metros de altura invadiram a terra, levando à frente carros, barcos e alguns edifícios na prefeitura de Fukushima. A zona de Miyagi foi outra das mais afectadas pelo tsunami.

De acordo com o Instituto de Geofísica norte-americano, o sismo ocorreu às 14.46 horas locais (5.46 horas em Lisboa), a 179 quilómetros a leste de Sendai, ilha de Honshu e a 382 quilómetros de Tóquio. Após o sismo já se seguiram 19 réplicas, quatro delas com magnitudes entre 6.4 e 7.1. Logo após o primeiro abalo foi emitido um alerta tsunami para o Japão, Filipinas, Indonésia, zonas costeiras russas junto ao Pacífico, Tawian, Austrália, Ilhas Marianas, Havai e México. Várias zonas começaram já a ser evacuadas.

Em Sendai, o edifício de um hotel desabou e teme-se a morte de várias pessoas.

Muitos edifícios em Tóquio abanaram violentamente e, segundo a AFP, um edifício desmoronou-se na cidade, onde 600 estudantes participavam numa cerimónia de entrega de diplomas. Há vários feridos.

O tsunami que se seguiu atingiu o parque da Disneylândia, situado na região de Tóquio, que ficou completamente inundado.

Os transportes aéreos e ferroviários já foram interrompidos.

Ainda segundo a Reuters, registam-se alguns incêndios após o abalo. Uma refinaria a nordeste de Tóquio está a arder.

Entrento, o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, já reuniu de emergência com o seu governo e determinou a criação de um comité de crise para monitorizar a situação. Meios navais já foram enviados para Tóquio e para a zona de Miyagi.

Embaixada tenta contactar comunidade portuguesa
A chanceler da embaixada portuguesa em Tóquio já fez saber, em declarações à Antena 1, que a embaixada está a tentar contactar os cerca de 400 portugueses residentes no Japão, mas a falta de telecomunicações está a dificultar a operação. A responsável disse, no entanto, que na zona mais afectada (Sendai) pelo tsunami residem poucos portugueses.

Notícia actualizada às 10h58

Veja o vídeo

Redacção

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Guiné-Bissau Oficiais militares na reserva e elementos de organizações não-governamentais estão a tentar convencer o governo da Guiné-Bissau, demitido pelo presidente José Mário Vaz, a abandonar a sede do executivo, no Palácio Presidencial. Os comandantes da Guarda Nacional e da Polícia de Ordem Pública compareceram, este domingo, para libertar as instalações ocupadas pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, no poder), protesto convocado contra a nomeação de um novo primei
São Tomé e Príncipe O primeiro-ministro são-tomense e líder do partido Acção Democrática Independente (ADI, no poder), Patrice Trovoada, considerou que a candidatura presidencial de Evaristo Carvalho «é a melhor solução para assegurar a estabilidade política» Citado pela agência angolana Angop, Patrice Trovoada disse que a figura do chefe de Estado «é um elemento essencial à estabilidade política» e ainda que «São Tomé e Príncipe sofreu muito com as recentes instabilidades. «Evaristo Carvalho declarou-se como
Brasil Um juiz do Rio de Janeiro ordenou a detenção de seis dos cerca de 33 suspeitos de terem violado uma adolescente de 16 anos numa favela, «mas a polícia não conseguiu encontrar nenhum deles», segundo fonte oficial da polícia. Os acusados foram declarados fugitivos pela justiça, depois de dezenas de agentes da polícia militarizada do Rio terem realizado uma intensa operação de busca em várias favelas, sem que, todavia, tenham detetado nenhum dos suspeitos. A operação decorreu cinco dias depoi

destaques