QUINTA-FEIRA, 23-03-2017, ANO 18, N.º 6263
«Se fosse como Ronaldo não estaria no ciclismo» - Contador
Ciclismo Alberto Contador diz que seria impensável ser corredor profissional com o físico de Cristiano Ronaldo. «Tenho de perder alguns quilos para o Tour. Há pouco tempo tinha 3,7 por cento de massa gorda. Se tivesse 6 ou 7 por cento como dizem que tem Cristiano [Ronaldo], seria impossível disputar corridas», constatou o espanhol, de 34 anos, em declarações à rádio Cadena Cope.
legenda
14-03-2017 - 09:41
Froome demonstra o seu apoio a manager envolvido em casos de doping
Ciclismo O ciclista britânico Chris Froome, três vezes vencedor da Volta a França, demonstrou esta segunda-feira o seu apoio ao manager da Sky, visado em vários inquéritos sobre doping, mas reconheceu que foram cometidos erros pela equipa. «Ele [Dave Brailsford] criou uma das melhores equipas do mundo. Sem o Dave B. a Sky não existiria», defendeu Froome através de um comunicado. o triplo vencedor do Tour seguiu o exemplo de outros colegas de equipa, que já tinham demonstrado publicamente o apoio a Dave Brailsford. «Ele apoiou-me nos últimos sete anos da minha carreira e não posso estar-lhe mais reconhecido pelas oportunidades e experiências que vivi», prossegue a nota. «Mas foram colocadas em práticas medidas para que esses erros não sejam repetidos. Sei que é preciso tempo para que a confiança [na equipa] seja restaurada, mas farei tudo ao meu alcance para que isso aconteça, tal como o farão todos os membros da Sky», concluiu. Brailsford está a ser investigado em vários inquéritos paralelos no Reino Unido, mas tem repetidamente rejeitado a existência de qualquer infração antidoping na equipa.
De la Cruz ‘rouba’ vitória a Contador na Paris-Nice
Ciclismo O espanhol David de la Cruz (Quick-Step Floors) venceu a oitava e última etapa da Paris-Nice, à frente do compatriota Alberto Contador (Trek-Segafredo) que falhou assim a conquista da prova ganha pelo colombiano Sergio Henao (Sky). Ao termina em segundo, com o mesmo tempo de Del la Cruz (2:48.53 horas), Contador não conseguiu os quatro segundos de bonificação que lhe teriam dado o terceiro triunfo na corrida (venceu em 2007 e 2010). Terminou, assim, em segundo na geral a dois segundo de Henao, que foi 12.º na etapa a 21 segundos do vencedor. O português José Mendes (Bora-hansgrohe) foi 27.º na derradeira tirada e terminou a prova no 98.º posto.
Rui Costa vence volta a Abu Dhabi
Ciclismo O ciclista português Rui Costa, da UAE Emirates, venceu a Volta a Abu Dhabi, na última etapa que se disputou, este domingo, no circuito de Fórmula 1 de Yas Marina. A derradeira etapa foi ganha por Caleb Ewan, da Orica.
Rui Costa vence etapa rainha e assume liderança em Abou Dhabi
Ciclismo O português Rui Costa venceu a terceira etapa da Volta a Abou Dhabi e assumiu a liderança da corrida. O corredor da UAE Abu Dhabi bateu Ilnur Zakarin (Katusha) ao sprint na etapa rainha da prova, percurso montanhoso com um total de 186 quilómetros. «Esta vitória vai aumentar o moral para o resto da época», disse Rui Costa, que saltou para a frente da corrida, à frente de Zakarin.
legenda
25-02-2017 - 14:37
Volta ao Alentejo: Molano vence terceira etapa e Barbero reforça liderança
Ciclismo O ciclista da Manzana Postobón Juan Molano venceu a terceira etapa da Volta ao Alentejo, que terminou em Mértola. O camisola amarela Barbero, da Movistar, foi terceiro na etapa e reforçou a liderança na classificação geral, estando com 12 segundos de vantagem em relação ao segundo classificado, Rinaldo Nocentini da Sporting-Tavira.
Ariesen vence segunda etapa da Volta ao Alentejo
Ciclismo O ciclista holandês da Metec-TKH, Johim Ariesen venceu a segunda etapa da Volta ao Alentejo, onde o espanhol da Movistar Carlos Barbero conquistou a camisola amarela ao ser o segundo a cortar a meta. Ariesen foi o mais forte no final dos 171,3 quilómetros entre Monforte e Portel, batendo ao `sprint´ Barbero e o norte-americano Colin Joyce, respetivamente segundo e terceiro na tirada, com as mesmas 3.50.22 horas do vencedor.
Nocentini vence primeira etapa da Volta ao Alentejo
Ciclismo O italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) é o primeiro camisola amarela da Volta ao Alentejo, depois de vencer a primeira etapa que ligou Portalegre a Castelo de Vide, num total de 158 quilómetros. O corredor de 39 anos completou a tirada mais montanhosa desta edição com o tempo de 4.04:09 horas, mas graças às bonificações ficou com quatro e seis segundos de vantagem sobre Eduard Prades (Caja Rura-RGA) e Carlos Barbero (Movistar), segundo e terceiro na etapa, respetivamente. Amanhã, quinta-feira, a segunda etapa vai ligar Monforte a Portel, num total de 171,3 quilómetros.
Amaro Antunes vence no Alto do Malhão na consagração de Roglic
Ciclismo Amaro Antunes (W52-FC Porto) venceu, este domingo, a última etapa da Volta ao Algarve, que terminou no Alto do Malhão, em Loulé. O esloveno Primoz Roglic (Lotto NL-Jumbo) segurou a liderança e é o vencedor final da 43.ª edição da prova. Perante vários milhares de espectadores, Amaro Antunes chegou isolado à meta, concluindo os 179,2 quilómetros em 4.29,28 horas. Seguiram-se-lhe, 12 segundos depois, o espanhol Vicente De Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) e o belga Tiesj Benoot (Lotto-Soudal). Primoz Roglic, que tinha 22 segundos de vantagem na liderança no início da tirada, chegou no quinto lugar, perdendo apenas um segundo para o mais direto perseguidor, o polaco Michal Kwiatkowski (Sky).
Volta a Omã: Rui Costa termina na segunda posição
Ciclismo O português Rui Costa (UAE Abu Dhabi) garantiu, este domingo, o segundo lugar na Volta a Omã, tendo terminado a 22 segundos do vencedor, o belga Bem Hermans, após ter chegado ao fim a sexta e derradeira etapa, que teve como vencedor o noruegês Alexander Kristoff (Katusha-Alpecin).