QUINTA-FEIRA, 23-03-2017, ANO 18, N.º 6263

notícias

Foto AP
Podolski dá vitória à Alemanha (1-0) sobre a Inglaterra
No Signal Iduna Park, Alemanha e Inglaterra defrontaram-se num jogo particular que celebrou a despedida de Lukas Podolski dos jogos pela Maansschaft. Num potente remate de fora da área ao minuto 68, o jogador do Galatasaray fechou com chave de ouro a sua carreira no conjunto de Joachim Low e deu a vitória aos germânicos.
FIFA
22:13 - 22-03-2017
Eric Dier
«Chorei sem parar nos degraus do Estádio da Luz» - Eric Dier
Num artigo escrito para o Players Tribune>, Eric Dier falou do caminho que percorreu até chegar à seleção inglesa: da infância em Portugal, do Euro-2004, até ao dia em que vestiu a camisola da seleção inglesa pela primeira vez. O jogador começa por recordar a memória mais penosa que tem do futebol, não como jogador, mas como adepto: os golos de Zidane que deram a vitória à França sobre Inglaterra e que marcaram o jogador. «Lembro-me da atmosfera desse dia, estava um dia solarengo em Portugal e toda a cidade estava a vibrar com o Europeu. Eu fui ver o jogo com o meu pai, o meu tio e o meu primo. Lembro-me de saltar de alegria com o golo do Lampard, mas depois veio Zidane. Chorei sem parar nos degraus do Estádio da Luz.» Para Dier o futebol veio sempre com um sabor inglês, em casa via-se futebol inglês, especificamente os red devils. «Éramos obcecados com a Liga inglesa. Gostava de ver Roy Keane, Nemanja Vidic – razão pelo qual gosto de usar o 15 – e Ferdinand. Também gostava de ver o Barcelona com o Gerard Piqué e o Rafael Márquez.» O jogador jogou sempre na academia do Sporting, o que o ajudou a integrar-se no país de acolhimento e foi aí que cresceu como jogador, sem grandes preocupações, até aos 16 anos. Foi com essa idade que o jogador rumou ao Everton, em 2011, num empréstimo que o deixou a sentir-se perdido e sem rumo. «Mudei-me para Liverpool e não fazia ideia do que estava a fazer com a minha vida. Sentia-me perdido.» Após o empréstimo, Eric Dier sentiu que teve altos e baixos no Sporting, chegando a um ponto em que começou a perder lugar na equipa titular do clube de Alvalade. «Na minha primeira época como sénior joguei imenso, mas depois veio um novo treinador [Leonardo Jardim] e não tive muitas oportunidades. Foi um período terrível, talvez o pior, não sabia o que me ia acontecer», explicou. «Em Portugal é tudo muito diferente de Inglaterra. Quando dás por ti estás numa liga inferior sem perspetiva de futuro, tudo pode correr mal muito depressa». Porém, a confiança voltou graças a um homem: Marco Silva, atual treinador do Hull City. «Marco Silva foi um excelente treinador e ajudou-me durante o pouco tempo que tivemos juntos, depois veio o Tottenham, quando menos esperava, e agarrei a oportunidade. O resto é história.» Dois anos mais tarde, Dier chegava à seleção inglesa, partilhando o campo com Wayne Rooney, o mesmo Rooney que um jovem Eric Dier apoiou no Estádio da Luz em 2004, no dia da sua memória mais marcante de futebol. «Lembro-me do golo que marquei no Euro 2016. Aliás, tenho uma fotografia do momento em casa. Rio-me porque vejo nela o Wayne a correr na minha direção e é algo especial, porque em 2004 estava eu a vê-lo jogar. Naquele dia no Estádio da Luz, o dia em que comecei a minha caminhada. O futebol tem coisas destas.»
Tottenham
21:40 - 22-03-2017
Podolski despede-se da seleção com um golaço (vídeo)
Num jogo amigável com a Inglaterra, que marcou o seu último jogo pela seleção, o alemão Lukas Podolski não podia ter desejado melhor despedida e apontou um verdadeiro golaço. Veja o vídeo!
Alemanha
21:38 - 22-03-2017
Valeu tudo para conhecer o ídolo Morata! (vídeo)
Quando a sessão de treino da seleção espanhola se encaminhava para o seu fim, uma criança fez de tudo para conhecer Álvaro Morata... e conseguiu!
Espanha
21:16 - 22-03-2017
Hamburgo renova com Markus Gisdol até 2019
O Hamburgo anunciou, esta quarta-feira, a renovação de Markus Gisdol, até 2019. O treinador, cujo vínculo terminava no fim da temporada, vai ficar ao leme do clube durante mais dois anos, cabendo-lhe a tarefa de assegurar a manutenção do Hamburgo na Liga até ao fim da época. O clube ocupa atualmente o 16.º lugar na Liga, dois pontos abaixo dos principais rivais da manutenção. O Hamburgo é o único clube fundador da Liga alemã a nunca ter sido relegado, contudo a situação não está fácil esta temporada, pois mantém-se numa luta cerrada contra mais sete clubes para evitar a relegação.
Alemanha
20:42 - 22-03-2017
Piqué
Críticas aos árbitros valem multa de 3 mil euros a Piqué
O comité de disciplina da Liga espanhola multou Gerard Piqué em 3 mil euros na sequência das declarações do defesa-central do Barcelona após os jogos com o Athletic Bilbao e o Villarreal. «Houve um penalty sobre Neymar mas já sabemos como as coisas funcionam. Queremos jogar futebol e não roleta, que é o que os árbitros fazem. Espero que subam de nível», disse após o encontro com o Athletic Bilbao, a 5 de janeiro, para a Copa do Rei. Declarações que, segundo a Cadena Cope resultaram em 1.500 euros de multa. Apenas três dias depois, quando confrontado sobre as anteriores declarações após o embate com o Villarreal para o campeonato, Piqué disparou: «Acredito no que disse e cada semana que passa tenho mais razão.» Afirmações que levaram a outra multa de 1.500 euros.
Barcelona
20:15 - 22-03-2017
Zeca já tem passaporte grego e pode estrear-se frente à Bélgica
O médio Zeca recebeu esta quarta-feira o passaporte grego, último requisito para completar o processo de naturalização e para poder estrear-se na seleção helénica. O jogador do Panathinaikos tinha sido convocado pelo selecionador Michael Skibbe mas a sua utilização no encontro de qualificação com a Bélgica, no sábado, estava pendente da emissão do passaporte, questão burocrática que está agora ultrapassada. Segundo a imprensa grega, Zeca poderá mesmo entrar na discussão com Maniatis por um lugar no ‘onze’.
Grécia
19:53 - 22-03-2017
Foto EPA
Sevilha quer manter Sampaoli
José Castro, presidente do Sevilha, deixou a garantia de que conta com Jorge Sampaoli para liderar os destinos do clube na próxima temporada. «Apoiamos Sampaoli para continuar connosco. Já falámos sobre o seu futuro e também sobre jogadores. Ainda tem um ano de contrato mas queremos renovar por mais um, está encantado por estar aqui e nós com ele. Todos os profissionais têm momentos bons e menos bons. Renovámos com o Emery nos piores momentos e levou o Sevilha a três títulos europeus...», apontou José Castro em declarações à Imprensa espanhola.
Sevilha
19:43 - 22-03-2017
Pepe Reina lesiona-se mas Casillas não é o substituto
Uma lesão muscular afastou Pepe Reina do estágio da seleção de Espanha, que prepara o particular com a França, marcado para 28 de março. Para substituir o guardião do Nápoles, o selecionador Julen Lopetegui voltou a não chamar Iker Casillas, que treinou no FC Porto. Kepa Arrizabalaga, do Athletic Bilbao, foi o escolhido para completar o leque de opções para a baliza, juntando-se a David de Gea, do Manchester United, e Sergio Rico, do Sevilha.
Espanha
19:23 - 22-03-2017
Foto Southampton
Nova proposta de consórcio chinês para comprar o clube
Segundo informa o jornal britânico The Times, o grupo chinês Lander Sports Development realizou uma nova proposta para assumir o controlo do Southampton. Depois terem visto um negócio no valor de €205 milhões ser rejeitado em janeiro, o grupo disponibilizou-se, durante a presente semana, para investir 220 milhões de euros por todas as ações do clube. Recorde-se que o West Bromwich Albion, também da Liga inglesa, já é propriedade de um grupo da China, situação que se alastra ao Championship, onde Aston Villa, Wolves e Birmingham são controlados por grupos económicos do país asiático.
Southampton
19:16 - 22-03-2017
Ano de eleições costuma trazer um galáctico
A história dos factos não mente: num estudo levado a cabo pela MARCA ficou demonstrado que, em ano de eleições à presidência do Real Madrid, Florentino Pérez contratou sempre um «galáctico» para a equipa de futebol. Senão vejamos: em 2000, no primeiro de mandato de Florentino em Madrid, o português Luís Figo chegou vindo do Barcelona a troco de 60 milhões de euros. Quatro anos depois, em 2004, foi a vez de Michael Owen, internacional inglês por quem Florentino €15 milhões. Após se ter afastado do clube em 2006, Florentino regressou em 2009 e com ele trouxe Cristiano Ronaldo (96 milhões de euros), a quem juntou ainda Kaká, Benzema e Xabi Alonso de uma vez só. Já em 2013, Gareth Bale foi a estrela contratada pelo Real Madrid para `celebrar` mais quatro anos de Florentino à frente do clube. Desta forma, e tendo em conta os antecedentes, adensam-se os rumores sobre a possibilidade de Florentino Pérez apostar em Hazard, Dybala ou De Gea para festejar o mais do que provável quinto mandato no Santiago Bernabéu.
Real Madrid
18:36 - 22-03-2017
Moyá renova até 2018
Os colchoneros garantiram, esta quarta-feira, a renovação do guarda-redes de 32 anos, Miguel Ángel Moya, por mais um ano. O jogador encontra-se desde 2014 no Atlético Madrid e é suplente para o ex-Benfica Jan Oblak, tendo alinhado em 18 jogos esta temporada.
Atlético Madrid
17:56 - 22-03-2017
Érico Sousa
Adeptos do Tranmere Rovers ‘contratam’ luso-angolano Érico Sousa
O Tranmere Rovers, do quinto escalão do futebol inglês, confirmou esta quarta-feira a contratação de Érico Sousa. O extremo luso-angolano, de 22 anos, chega proveniente do Accrington Stanley e assinou um contrato válido até ao final da presente temporada. «Érico esteve uns dias a treinar connosco e mostrou pormenores promissores. É um jogador que conheci quando passei pelo Barnsley, tem ritmo e vai ser uma mais-valia para o nosso plantel», disse o manager Micky Mellon ao site do clube, onde não podia deixar de agradecer aos adeptos: - Estou-lhes grato pelo apoio financeiro que nos deram e que nos permitiu realizar este negócio. Revelado nas camadas jovens do Manchester City, foi no Burnley que Érico Sousa passou grande parte da formação. Como profissional, representou o Hyde FC, o Reading e o Brighton&Hove Albion. Pelo meio, uma curta passagem pelos sérvios do Celje.
Inglaterra
17:48 - 22-03-2017
Foto AP
Di María, Bernardeschi e Tolisso para segurar Allegri
Com a porta do Arsenal quase fechada face à iminente renovação de Wenger pelo clube inglês, Masssimo Allegri, treinador da Juventus, deverá manter-se na pentacampeã italiana na próxima temporada. Segundo noticia o Tuttosport, para além do novo vínculo até 2020, o treinador transalpino terá pedido aos dirigentes da Vecchia Signora as contratações de Di María (PSG), Tolisso (Lyon) e Bernardeschi (Fiorentina), de forma a fortalecer o novo 4-2-3-1 que pretende implementar no clube.
Juventus
17:38 - 22-03-2017
(Foto: AP)
Real Madrid e Manchester City encontram-se para discutir Aguero e Isco
Segundo a publicação francesa France Football , o Real Madrid e o Manchester City encontraram-se numa reunião para discutir as possíveis transferências de Isco e Aguero. A reunião terá contado com Florentino Pérez e com Khaldoon al-Mubarak, diretor do Manchester City, que terão discutido a possibilidade de Aguero rumar a Madrid e Isco viajar para Manchester. Sergio Aguero é um namoro antigo do Real Madrid, que quer trazer o jogador de vez para o Santiago Bernabéu. O jogador terá perdido o seu estatuto de intocável no plantel com a entrada de Guardiola e a titularidade de Gabriel Jesus, fatores que podem ser decisivos para fechar o negócio. Para finalizar o negócio, o Real Madrid estaria disposto a pagar €57 milhões, mais o passe de Isco para garantir a contratação do avançado. Isco tem vindo a ganhar espaço no plantel do Real Madrid, mas poderá ser sacrificado de forma a trazer um dos namoros mais antigos dos merengues para Madrid.
Manchester City
17:35 - 22-03-2017
Foto AP
Chelsea na frente da corrida por Bakayoko
Segundo noticia a Sky Sports, o Chelsea está na frente da corrida pela contratação de Tiemoué Bakayoko, médio francês que tem sido uma das revelações do Mónaco de Leonardo Jardim. De acordo com a publicação inglesa, o líder da Liga inglesa já terá alcançado um princípio de acordo com o jogador, faltando agora saber se os 40 milhões de euros que se dispõe a pagar chegarão para convencer os responsáveis monegascos.
Mónaco
17:26 - 22-03-2017
Foto AP
«O problema não era meu, era de Guardiola» - Ibrahimovic
O sueco Zlatan Ibrahimovic, que passou pelo Barcelona na temporada 2009/10, falou da conturbada relação com Guardiola que ditou a sua saída do clube catalão e garantiu que o culpado foi o treinador. «Aprendi muito no Barcelona, tanto dentro como fora do relvado. No futebol qualquer situação pode mudar apenas em 24 horas. O problema não estava em mim, estava em Guardiola e nunca chegámos a um ponto de entendimento. Não sei que problema tinha comigo. Primeiro chamava-me todos os dias para falar e, de um momento para o outro, deixei de jogar. Quando jogo contra equipas treinadas por ele fico com uma adrenalina extra, acho que isso é normal depois do que se passou», revelou o sueco numa entrevista prestada a Fabio Capello na Sky Sports italiana.
Barcelona
17:12 - 22-03-2017
Sami Khedira (Foto AP)
Sami Khedira fora da seleção alemã por precaução
Sami Khedira vai falhar o confronto entre Alemanha e Inglaterra, esta quarta-feira. O jogador ter-se-á ressentido de uma lesão no tornozelo e não irá jogar, esta noite. O jogador de 29 anos não terá uma lesão grave, porém os médicos preferiram deixar o jogador de fora por precaução. O médio da Juventus fez até agora 34 jogos e marcou 4 golos com a camisola da Vecchia Signora .
Alemanha
17:02 - 22-03-2017
Continuidade de Ozil e Sánchez são incógnitas até ao verão
Arsène Wenger afirmou, esta quarta-feira, que as renovações de Alexis Sánchez e Mezut Ozil estão suspensas até ao verão. Os dois jogadores têm pouco mais de um ano de contrato por cumprir. O treinador não esconde que gostaria de manter as duas estrelas do clube, porém ambos têm vindo a mostrar frustração com o clube. «Não temos nenhum acordo de momento com Sánchez», disse à beIN Sports. «Decidimos esperar pelo verão e focarmo-nos no que resta da época. O mesmo se aplica a Ozil. É preferível fazer isto com tempo no verão.» Em dezembro de 2016, o gaulês revelou que preferia que os dois jogadores cumprissem os contratos até 2018 e saíssem em transferência livre, do que vendê-los já este verão e não poder contar com eles para a próxima época.
Arsenal
16:40 - 22-03-2017
Foto AP
«Com todo o respeito, mas quem é Allegri?» - Jens Lehmann
Jens Lehmann, antigo guarda-redes alemão que defendeu as cores do Arsenal entre 2003 e 2008, não acredita que o italiano Massimo Allegri seja o treinador indicado para substituir Arsène Wenger. «Trazer o Allegri vai fazer com que o Arsenal ganhe tudo? Quem é o Allegri, com todo o respeito? Alguém como ele vai trazer sucesso ao clube? Quando olhamos para o tipo de futebol que a Juventus pratica percebemos que ele não encaixa no Arsenal», asseverou Lehmann em declarações ao The Sun.
Arsenal
16:33 - 22-03-2017
Djibril Sidibé (Foto: D,R AS Mónaco)
«Só saio se garantirem que jogo» - Djibril Sidibé
O defesa direito Djibril Sidibé afirmou, esta quarta-feira, que só considera abandonar o Mónaco se garantirem que joga. «O risco de ser transferido é que posso acabar só como suplente, regredir como jogador e depois ser emprestado», disse em entrevista à rádio monegasca RMC. O jogador de 24 anos tem sido ligado ao Chelsea e ao Manchester United e admite que gostaria de jogar na Liga inglesa. «Todos os jogadores querem jogar contra outros jogadores de topo, nas melhores ligas.» Sidibé afirmou ainda que é feliz no Mónaco. «Tenho sorte de jogar no Mónaco que é uma boa equipa. Estamos na Liga dos Campeões, marcamos muitos golos e temos uma chance de vencer todas as competições. Estou muito feliz no meu clube e quero tornar-me o melhor do mundo.»
Mónaco
16:26 - 22-03-2017
AP
«Verratti quer títulos e no PSG não os pode ganhar», diz agente do médio
Donato Di Campli, empresário de Marco Verratti, médio italiano do Paris Saint-Germain, falou sobre o futuro do jogador e deixou no ar a ideia de que a saída do clube francês é uma forte possibilidade. «Se o Verratti estará no PSG na época que vem? A situação é complicada, tem contrato até 2021. Ele quer ganhar títulos e no PSG não os pode ganhar... Já está aqui há cinco anos e agora tem de pensar se quer ganhar dinheiro e não ganhar títulos ou ganhar dnheiro e tornar-se num vencedor. Se ele sair do PSG será para uma equipa de top europeu, isso é certo», revelou Di Campli à Gazzetta Dello Sport.
Paris Saint-Germain
16:25 - 22-03-2017