SEGUNDA-FEIRA, 24-04-2017, ANO 18, N.º 6295

Não existem notícias com o conteúdo procurado, em alternativa apresentamos as últimas 15 notícias.

Marçal
Marçal quer ficar em França
Marçal, lateral-esquerdo de 28 anos emprestado pelo Benfica ao Guingamp, não esconde o desejo de permanecer em França na próxima época. «Sei que o presidente iniciou conversações com os dirigentes do Benfica, mas eles estão focados no título. Qual é a minha prioridade? Ficar em França. A minha mulher gosta muito de aqui viver e os meus filhos integraram-se bem», disse o brasileiro, em entrevista ao Le Télégramme.
Benfica
01:14 - 24-04-2017
Foto AP
Luis Suárez sai em defesa de André Gomes
Luis Suárez diz-se convicto do valor de André Gomes para vingar ao serviço do Barcelona. «Defendo muito o André. As pessoas não sabem o quanto é difícil ter sucesso em Barcelona, também precisei de tempo. É muito complicado, já falei com ele e disse-lhe que tem de ter a cabeça limpa», afirmou o avançado uruguaio, em declarações à Sport TV no final do clássico com o Real Madrid. «Ele sabe que tem o apoio de todos os companheiros de equipa. Deve manter a mesma mentalidade e continuar a trabalhar. Está rodeado de grandes jogadores, pode aprender e vai ser um grandíssimo jogador», vaticinou.
Barcelona
01:03 - 24-04-2017
Foto AP
Matic não esquece golo pelo Benfica
Nemanja Matic marcou um golo para mais tarde recordar no jogo com o Tottenham, das meias-finais da Taça de Inglaterra, mas é outro, apontado ao serviço do Benfica, que o sérvio coloca no topo das suas preferências. «Foi um bom golo, mas não é o meu melhor. Marquei um ainda mais difícil num Benfica-FC Porto. Este talvez seja o segundo melhor», referiu o médio, em declarações à BBC Sport. O golo em questão, apontado em janeiro de 2013, figurou entre os candidatos ao prémio Puskas, tendo sido superado apenas por um golo de Zlatan Ibrahimovic.
Chelsea
00:52 - 24-04-2017
N´Golo Kanté (Foto AP)
Kanté eleito jogador do ano
N´Golo Kanté, médio do Chelsea, foi eleito jogador do ano da Premier League, superando a concorrência do colega de equipa Eden Hazard e do quarteto composto por Alexis Sánchez (Arsenal), Romelu Lukaku (Everton), Zlatan Ibrahimovic (Manchester United) e Harry Kane (Tottenham). Dele Alli, do Tottenham, foi distinguido com o prémio de jogador jovem do ano. A cerimónia de entrega de prémios da Associação de Futebolistas Profissionais (PFA) homenageou ainda a antiga lenda do Manchester United David Beckham.
Inglaterra
00:34 - 24-04-2017
Foto AP
Sergio Ramos acusa Messi de teatro e arrasa Piqué
Sergio Ramos acusou Lionel Messi de ludibriar o árbitro no lance que resultou na expulsão do capitão do Real Madrid, com vermelho direto, tendo feito ainda críticas contundentes a Gerard Piqué. «O vermelho foi excessivo e condicionou a equipa. Admito que chego tarde, mas não tenho a intenção de magoar. Messi fez o papel dele, saltou e nem lhe toquei», começou por afirmar o central dos merengues, apontando depois baterias ao compatriota: «Tem conseguido o que quer com tantas queixas e tanta história com os tweets. Arbitragens permissivas no Bernabéu? Como a que eles tiveram com o PSG, por exemplo. Não tenho problemas com Piqué, mas não ia dar-lhe um abraço no final de um clássico.» Depois de marcar o golo da vitória, Lionel Messi despiu a camisola e ergueu-a na direção das bancadas do Bernabéu. Instado a comentar o gesto do argentino, Sergio Ramos não se alongou: «Cada um celebra como quer.» «Estamos tristes, queríamos ganhar. Oxalá esta derrota não afete a equipa. Temos de remar todos para o mesmo lado, quem abandonar o barco, que não venha celebrar no final», avisou.
Real Madrid
00:22 - 24-04-2017
Kary Correa, jornalista da ESPN que dá brilho ao desporto
Kary Correa é, por certo, uma das jornalistas desportistas mais belas do planeta. Esta norte-americana é um dos rostos da prestigiada cadeia de televisão ESPN e uma das mulheres mais desejadas e procuradas nas redes sociais. A NFL é a sua modalidade de eleição porque, assume, é o desporto que utiliza maior capacidade de «estratégia».
A Bola de Estrelas
00:02 - 24-04-2017
Foto EPA
«Messi é decisivo mesmo quando está em casa a jantar» - Luis Enrique
«O melhor da história». Foi assim que Luis Enrique definiu Lionel Messi no final do clássico no Santiago Bernabéu, decidido a favor do Barcelona com um golo do argentino em período de compensação. «Messi é decisivo mesmo quando está em casa a jantar. Para mim é o melhor jogador da história e vi muito futebol, muitos vídeos. E numa época em que todos estão muito bem preparados, física e psicologicamente, ele marca a diferença. É um orgulho para todos os culés que Messi se identifique como um de nós desde sempre», congratulou-se o treinador da equipa catalã, em declarações ao Movistar Partidazo. «Hoje voltou a fazer das dele. Entender o Barça sem Messi? o Barça é um clube incrível, com uma história de muitos anos, mas parte dessa história deve-se a Messi», sublinhou.
Barcelona
00:01 - 24-04-2017
Felipe
Felipe e Danilo suturados
O jogo com o Feirense deixou marcas em Felipe e Danilo, ambos suturados no final do encontro disputado no Estádio do Dragão, referente à 30.ª jornada da Liga. O defesa sofreu uma ferida cortante na cabeça, tendo sido suturado com cinco pontos, enquanto o médio sofreu uma ferida perfurante no joelho esquerdo e foi suturado com nove pontos. O plantel cumpre um dia de folga esta segunda-feira, regressando aos treinos terça-feira, às 10 horas, no Olival, à porta fechada. A sessão marca o início da preparação do jogo com o Chaves, agendado para o próximo sábado, às 20.30 horas, no Estádio Engenheiro Manuel Branco Teixeira.
FC Porto
23:53 - 23-04-2017
«Eu é que decido quando será a altura de parar» - Ibrahimovic
O jogador do Manchester United, Zlatan Ibrahimovic, publicou na sua conta do Instagram uma foto acompanhada por uma mensagem, onde agradece o apoio e afasta a possibilidade de terminar a carreira. «Primeiro que tudo, quero agradecer todo o apoio e carinho. Não é novidade que me lesionei, por isso estarei afastado do futebol durante algum tempo», afirmou o sueco. «Vou ultrapassar isto como ultrapassei tudo o resto e regressarei mais forte. Até agora joguei só com uma perna, por isso não haverá nenhum problema. Uma coisa é certa, eu é que decido quando será a altura de parar e nada mais. Desistir não é uma opção. Até breve», pode ler-se na publicação do avançado, que poderá ficar parado até 9 meses.
Manchester United
23:47 - 23-04-2017
Zinedine Zidane (Foto AP)
«Não há volta a dar, o futebol é assim» - Zidane
Zinedine Zidane considerou injusta a derrota (2-3) do Real Madrid no clássico com o Barcelona. «Tivemos muitas ocasiões para matar o jogo, não o fizemos e do outro lado estava uma equipa que sabe como atingir os adversários. E conseguiram-no. Mas nada tenho a apontar aos meus jogadores», salientou o treinador francês. «Perdemos três pontos em casa, estamos tristes porque não merecíamos perder. O futebol é assim, não há volta a dar, mas continuamos a depender de nós», lembrou Zidane, explicando a aposta em Gareth Bale para a equipa titular: «Ele disse-me que estava bem e em condições de jogar. Não me arrependo de nada, mas fico triste por ele.»
Real Madrid
23:34 - 23-04-2017
Gerard Piqué (Foto AP)
«Quando as arbitragens não são permissivas…» - Piqué
Gerard Piqué considerou acertada a expulsão de Sergio Ramos, com vermelho direto, por entrada sobre Lionel Messi ao minuto 78 do clássico entre Real Madrid e Barcelona, no Santiago Bernabéu. «Quando ele chegar a casa vai perceber que é vermelho. Entrou de pés juntos quando Messi seguia sozinho. Foi claro, não tocou na bola. Não há discussão. O que sucede é que em Madrid estão habituados a arbitragens muito permissivas, e quando elas não existem…», afirmou o central da equipa catalã.
Barcelona
23:21 - 23-04-2017
Messi ficou assim após lance com Marcelo (vídeo)
Veja como ficou Messi em lance mais intenso com Marcelo. O argentino ficou no relvado, a sangrar, mas sem consequências graves; e acabou por resolver o clássico espanhol a favor da sua equipa... Veja o lance.
Real Madrid-Barcelona
23:11 - 23-04-2017
Pedro Martins
«Estamos na Liga Europa mas queremos mais» - Pedro Martins
Garantido, no mínimo, o sexto lugar e consequente acesso à Liga Europa, Pedro Martins deixa claro que a ambição do Vitória de Guimarães manter-se-á intacta até final da época. «Temos um caminho muito grande pela frente. São 12 pontos, temos adversários de muita qualidade. Ainda falta muito campeonato. Temos de trabalhar da mesma forma, com o mesmo empenho, com a mesma ambição. Oficialmente entrámos na Liga Europa, mas queremos mais. Temos muita coisa pela frente para ganhar», salientou. Pedro Martins destacou a importância dos adeptos na vitória, por 2-0, na receção ao Boavista. «Fizemos uma exibição segura, inteligente, de muita qualidade, a saber aquilo que pretendíamos desde o início, e a ser pacientes. Criámos oportunidades para ter outro resultado. Este ambiente fantástico que aqui se viveu mostra bem a simbiose entre o clube e os adeptos. Sentimos, sinceramente, a partir do momento em que entrámos naquele estádio, que estava criada uma força para termos uma tarde de muita qualidade e de felicidade», referiu.
Vitória de Guimarães
23:05 - 23-04-2017
Nuno Espírito Santo
«Menos um jogo, menos uma oportunidade» - Nuno Espírito Santo
Nuno Espírito Santo era o espelho da desilusão após o empate com o Feirense, desfecho que impediu o FC Porto de reduzir distâncias para o Benfica no topo da classificação. «Perdemos uma oportunidade para encurtar distâncias, há menos um jogo e menos uma oportunidade. Mas estamos na luta porque confiamos e acreditamos nas nossas qualidades», salientou em conferência de Imprensa. «Há o medo de não voltar a ganhar, para voltar a ganhar temos de acreditar e confiar nos jogadores», salientou, prosseguindo: «Todos os empates estiveram mais perto das vitórias, é com pontos que se conquistam títulos e nós desperdiçámos pontos.» Questionado se mantém a convicção de que o FC Porto será campeão se vencer todos os jogos até final do Campeonato, Nuno Espírito Santo respondeu: «A luta tem de ser até ao fim. Faltam quatro jogos, independentemente do que acontecer nos outros jogos, temos de debruçar-nos no nosso calendário. O nosso foco está no jogo com o Chaves. Temos de cumprir o único dever que temos, que é ganhar, e no fim faremos as contas.»
FC Porto
22:58 - 23-04-2017
Neil Robertson
Robertson e Fu medem-se nos olhos e o Mundo deliciado a ver
O australiano Neil Robertson, campeão mundial em 2010, e o asiático Marco Fu (Hong-Kong), semifinalista em 2016, terminaram este domingo as duas primeiras sessões de três do embate entre ambos relativo aos oitavos de final do Campeonato do Mundo de Snooker, que decorre até 1 de maio no Crucible Theatre, em Sheffield (Inglaterra) empatados 8-8. Neil e Fu continuam a olhar-se nos olhos, sem que um dos dois brilhantes contendores consiga distanciar-se mais do que um frame do rival, num duelo intenso e que já gera apostas particulares sobre se, tal como Ding Junhui e Liang Wenbo, será ou não decidido na negra, na última sessão, na noite de segunda-feira (19 horas, será o único jogo da noite), dia em que se concluirão os oitavos de final. Intenso, fantástico, qualidade, nível, são vocábulos que se aplicam ao duelo dos dois titãs: um deles já sabe que, muito provavelmente irá encontrar Mark Selby nos quartos, a não ser que o chinês Xiao Guodong opere o que seria uma época recuperação ante o inglês. No outro jogo da sessão noturna no teatro dos sonhos, o inglês Barry Hawkins, aniversariante (38 anos) este domingo, e o escocês Graeme Dott (campeão do Mundo em 2006, mas que agora veio das qualificações… como o compatriota Stephen Maguire) terminaram as duas sessões com vantagem do falcão (Hawkins The Hawk) por 10-6. O embate de Hawkins e Dott irá concluir-se a partir das 13 horas locais (mesma hora em Lisboa) de segunda-feira, altura em que também o número um mundial e defensor da coroa, Mark Selby, joga a derradeira sessão do embate com o chinês Xiao Guodong, que já cometeu uma proeza: com 10-5 para o inglês, venceu o último frame - e Selby geralmente é implacável nos primeiros e últimos parciais de cada sessão, é proeza -, para atenar a desvantagem para 6-10, em vez de um 5 11 que pouca crença lhe daria para o último dia. O Campeonato do Mundo distribui um recorde de 1,75 milhões de libras (2,089 milhões de euros) em prémios: 375 mil libras (447.569 euros) ao vencedor e 160 mil libras (190.963 euros) ao finalista vencido. Os oitavos e os quartos são jogados à melhor de 25 frames: para vencer é preciso ganhar 13 (de 13-0 a possíveis 13-12), em três sessões (8+8+9 frames). As meias-finais do Mundial serão jogadas de 27 a 29 do corrente mês, já em quatro sessões, à melhor de 33 frames (8+8+8+9): requeridos 17 parciais para ganhar (17-0 a possíveis 17-16) e chegar ao duelo decisivo do torneio transmitido em direto na televisão para Portugal (EuroSport). A final do 41.º Mundial disputado no Crucible terá lugar a 30 do corrente mês e 1 de maio, à melhor de 35 frames (de 18-0 a possíveis 18-17), também em quatro sessões (8+9+8+10 frames). Jogos de domingo, oitavos de final (apurados a negro): Marco Fu-Neil Robertson, 8-8 Barry Hawkins-Graeme Dott, 10-6 Mark Selby-Xiao Guodong, 10-6 Stephen Maguire-Rory McLeod, 13-3 Jogos de 2.º feira, oitavos de final (hora local e portuguesa): Barry Hawkins-Graeme Dott, 10-6 (13 horas) Mark Selby-Xiao Guodong, 10-6 (13 horas) Marco Fu-Neil Robertson, 8-8 (19 horas)
Snooker
22:46 - 23-04-2017