SEGUNDA-FEIRA, 27-02-2017, ANO 18, N.º 6239
Noticiário
Primeiros socorros para tirar a carta
12:46 - 26-12-2016
As aulas para tirar a carta de condução vão passar a incluir a prestação de primeiros socorros, segundo o jornal Público. Este diário explica que esta é uma das 106 medidas que constam no Plano Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE2020), que vai estar em consulta pública até dia 8 de janeiro de 2017.

O PENSE2020 é da responsabilidade da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), que teve a cooperação científica do ISCTE- Instituto Universitário de Lisboa.

A colocação nos automóveis do novo sistema eCall, que consiste num sistema de alerta automático para casos de emergência e o estudo da introdução de dispositivos que obrigam os condutores a consultar a taxa de álcool no sangue antes de conduzir, são outras das medidas que integram o referido plano. Este último sistema, conhecido como "alcohol locks", consiste em bloquear automaticamente o automóvel se o condutor tiver uma taxa superior ao limite mínimo por lei.

A partir de abril de 2018 todos os carros novos vendidos na União Europeia serão obrigados a ter o eCall, que funcionará através do 112. O objetivo é permitir uma assistência mais rápida que reduza o número de mortes e feridos graves.

Outra das mudanças propostas passa pela obrigação de introduzir ações de formação para renovação da carta de condução depois dos 65 anos, uma medida que faz parte do Programa de Acompanhamento do Envelhecimento dos Condutores. Outra sugestão, indicada pela Direção-Geral de Saúde, é a sensibilização dos condutores idosos, pelos profissionais de saúde, para os problemas relacionados com a idade, as doenças, os medicamentos e os seus potenciais efeitos na condução.

Uma medida que será estudada é a obrigatoriedade de os utilizadores de bicicleta serem obrigados a usar capacete, tal como a possibilidade de regulamentar a deteção do uso de telemóvel por condutores envolvidos em acidentes, o que é possível fazer através de um dispositivo que analisa o equipamento móvel, indicando quando foi usado. O Ministério da Administração Interna pretende também avançar com auditorias aos projetos relativos às novas estradas e com inspeções ao estado das vias já existentes.

Contatadas pelo Público, várias associações do setor criticaram este novo plano por não especificar quando é que as medidas arrancam nem os recursos financeiros que serão necessários para avançar com a concretização destas medidas.
Auto Foco

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais de NOTICIÁRIO

Noticiário O Grupo PSA está em negociações com a General Motors (GM) para a aquisição das marcas Opel e Vauxhall, como parte de uma iniciativa que visa «melhorar a rentabilidade e e
Noticiário Em Portugal há pelo menos 38 mil veículos automóveis que desapareceram das estatísticas, e que na Europa podem chegar a 4,6 milhões todos os anos, alertou o diretor geral