SEGUNDA-FEIRA, 24-04-2017, ANO 18, N.º 6295
/
LAMBORGHINI
Lamborghini Huracán Spyder em versão RWD
19:29 - 27-11-2016
Na marca de Sant’Agata Bolognese, Huracán Spyder com tração só às rodas traseiras… A Lamborghini adotou o sistema 4x4 em 1993, com a versão VT do Diablo, tornando-o regra em vez de exceção, ao contrário do modelo que destacamos aqui, que mantém o motor V10 de 5,2 litros, mas numa variante com 580 cv, menos 30 cv do que LP 610-4. A mecânica atmosférica tem injeção directa, tecnologia de desativação dos cilindros e, ainda, sistema Start&Stop, enquanto a caixa é automática de 7 velocidades.

O Huracán Spyder RWD acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 s, mais 0,2 s do que a versão com quatro rodas motrizes, e atinge 319 km/h, velocidade de ponta aquém dos 324 km/h da versão mais potente do descapotável da Lamborghini. Nos dois automóveis, capota têxtil acionada eletricamente (abre ou fecha em 17 s e este movimento pode realizar-se com o carro em movimento, até 50 km/h). No volante, o condutor dispõe de comando (ANIMA) que ativa três modos de ação (Strada, Sport e Corsa), atuando nas respostas de motor e transmissão, na sonoridade do escape e no funcionamento da tração integral.

O RWD diferencia-se do LP 610-4 por contar com rodas de 19’’ e para-choques com desenhos ligeiramente diferentes dos do Huracán Spyder mais potente.
Auto Foco

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais de LAMBORGHINI

LAMBORGHINI Se, em estradas italianas, o avistar pelo retrovisor, ‘colado’ na sua traseira… Será, muito provavelmente, mau sinal! Apresentamos-lhe a mais recente e surpreendente ‘arm
LAMBORGHINI O ano passado, recorde de vendas na Lamborghini, com 3457 superdesportivos vendidos em todo o Mundo, mais 7% do que em 2015 (3245). Para a marca italiana propriedade do G