DOMINGO, 25-06-2017, ANO 18, N.º 6357
Moçambique
Abel Xavier chama dois jogadores da segunda divisão para a COSAFA
13:06 - 18-06-2017
Abel Xavier convocou dois jogadores da segunda divisão para a seleção que, de 26 de junho a 9 de julho, participa no Torneio de COSAFA a ter lugar em Port Elizabeth, África do Sul. Trata-se do defesa Satar, do Ferroviário de Pemba, e do médio Milton, do Desportivo de Maputo.

Em relação ao jogo com a Zâmbia, que decorreu a 10 de junho, Abel Xavier fez uma autêntica revolução convocando um grupo de jogadores, que à excepção do defesa Stélio da União Desportiva do Songo, os restantes farão a sua estreia, ou seja nenhum dos atletas que alinhou na vitória histórica diante dos zambianos, foi convocado.

Com esta convocatória, o técnico português afirma que pretende alargar a base de recrutamento, deixando claro que nos Mambas não há lugares cativos e que todos têm oportunidade desde que mostrem serviço. O treinador pretende sobretudo preparar uma a equipa competitiva para as eliminatórias do CAN-Interno (CHAN), prova destinada aos jogadores que alinham no país.

A partida da equipa moçambicana esta agendada para a próxima sexta feira, dia 23. Antes estão programados três treinos, na terça, quarta e quinta feira.

A estreia dos Mambas será no dia 26 diante do Zimbabwe.

LISTA DOS CONVOCADOS:
Guarda-redes: Victor (Costa do Sol) e António (Sacavenense-Portugal);

Defesas: Stélio (UD Songo), Danilo (UD Songo), Osvaldo (Fer.Nampula), Satar (Fer.Pemba), Francisco (Liga Desportiva de Maputo), Yannick (Chibuto) e Arnaldo (1 de Maio de Quelimane);

Médios: Abílio (ENH), Nuno (Chingale de Tete), Mamo (UP Lichinga), Milton (Des.Maputo), Scander (Desp.Nacala), e Shelton (AD Macuácua);

Avançados: Mário (Fer.Maputo), João (Maxaquene), Nelson (Costa do Sol), Nene (Textáfrica) e Marrufo (Fer.Nacala).

Álvaro da Costa, Maputo

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais de MOÇAMBIQUE

Moçambique O sumário executivo da auditoria às dívidas ocultas de Moçambique, hoje divulgado, aponta responsáveis por má gestão e violação confessa da lei, mas identifica personalidades apenas como indivíduo A, B ou C, sem nomes. A PGR já tinha feito a «salv
Moçambique A consultora Kroll queixa-se de falta de informação para averiguar o destino de dois mil milhões de dólares em dívidas ocultas contraídas por três empresas públicas de Moçambique, havendo discrepâncias de centenas de milhões de dólares em aberto.

destaques