DOMINGO, 28-05-2017, ANO 18, N.º 6329
Guiné-Bissau
Guiné-Bissau com novo consulado em Espinho
17:55 - 16-05-2017
A Guiné-Bissau tem um novo consulado em Espinho, norte de Portugal, graças a uma parceria entre o Governo de Lisboa e a autarquia portuguesa «para reforçar a diplomacia económica e potenciar negócios de interesse mútuo».

A nova estrutura está instalada no Fórum de Arte e Cultura de Espinho, graças a um protocolo de cedência de espaço que mereceu a unanimidade do executivo municipal, e reforçará, assim, a rede de organismos diplomáticos guineenses já disponível em território português - no que se inclui o consulado-geral, a embaixada em Lisboa e os dois consulados, no Porto e em Leiria.

«A Guiné tem um forte potencial ao nível do turismo, da agricultura, das pescas e dos materiais para construção civil», declarou hoje à Lusa o cônsul honorário da Guiné-Bissau, Joaquim Sousa.

«Vamos tentar aproximar todos os que possam ter interesse nessas áreas económicas, ajudando os guineenses que estão na diáspora e apoiando também os portugueses que pretendam desenvolver negócios com a Guiné», acrescentou.

Nesse sentido, está prevista para novembro a deslocação de uma missão empresarial à Guiné-Bissau com representantes das principais indústrias de Espinho e da restante área metropolitana do Porto.

«Pretendemos que esses empresários fiquem a conhecer melhor a oferta guineense ao nível do turismo, por exemplo, e também a que se refere ao negócio do granito, que pode ter muito interesse para qualquer empresa portuguesa que trabalhe com pedreiras e que produza brita ou betão», realçou Joaquim Sousa.

A instalação do novo consulado em Espinho propõe-se também a reforçar a cooperação com a Guiné-Bissau no que se refere ao domínio cultural e artístico. «Irá promover a divulgação cultural e formativa entre Portugal e a República da Guiné-Bissau», anunciou Joaquim Sousa.

«A cidade de Espinho está geminada com a de Bolama, antiga capital da Guiné-Bissau, e diversas ações bilaterais vão ser realizadas no quadro de fortificação desta geminação», realçou o cônsul.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais de GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau O Governo da Guiné-Bissau quer mais portugueses a visitar o país e lançou, recentemente, junto de várias agências de viagens portuguesas, cinco pacotes de férias para promover o destino em Portugal. A estratégia visa desenvolver o turismo guineens
Guiné-Bissau Confrontos foram hoje registados durante uma manifestação do Movimento Jovens Inconformados da Guiné-Bissau, depois de a polícia reagir às provocações de manifestantes que insistiam em chegar à Praça dos Heróis Nacionais, onde está situada a Presidên

destaques