DOMINGO, 23-07-2017, ANO 18, N.º 6385
Guiné-Bissau
Guiné-Bissau com novo consulado em Espinho
17:55 - 16-05-2017
A Guiné-Bissau tem um novo consulado em Espinho, norte de Portugal, graças a uma parceria entre o Governo de Lisboa e a autarquia portuguesa «para reforçar a diplomacia económica e potenciar negócios de interesse mútuo».

A nova estrutura está instalada no Fórum de Arte e Cultura de Espinho, graças a um protocolo de cedência de espaço que mereceu a unanimidade do executivo municipal, e reforçará, assim, a rede de organismos diplomáticos guineenses já disponível em território português - no que se inclui o consulado-geral, a embaixada em Lisboa e os dois consulados, no Porto e em Leiria.

«A Guiné tem um forte potencial ao nível do turismo, da agricultura, das pescas e dos materiais para construção civil», declarou hoje à Lusa o cônsul honorário da Guiné-Bissau, Joaquim Sousa.

«Vamos tentar aproximar todos os que possam ter interesse nessas áreas económicas, ajudando os guineenses que estão na diáspora e apoiando também os portugueses que pretendam desenvolver negócios com a Guiné», acrescentou.

Nesse sentido, está prevista para novembro a deslocação de uma missão empresarial à Guiné-Bissau com representantes das principais indústrias de Espinho e da restante área metropolitana do Porto.

«Pretendemos que esses empresários fiquem a conhecer melhor a oferta guineense ao nível do turismo, por exemplo, e também a que se refere ao negócio do granito, que pode ter muito interesse para qualquer empresa portuguesa que trabalhe com pedreiras e que produza brita ou betão», realçou Joaquim Sousa.

A instalação do novo consulado em Espinho propõe-se também a reforçar a cooperação com a Guiné-Bissau no que se refere ao domínio cultural e artístico. «Irá promover a divulgação cultural e formativa entre Portugal e a República da Guiné-Bissau», anunciou Joaquim Sousa.

«A cidade de Espinho está geminada com a de Bolama, antiga capital da Guiné-Bissau, e diversas ações bilaterais vão ser realizadas no quadro de fortificação desta geminação», realçou o cônsul.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais de GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau O Conselho Nacional do Partido de Renovação Social (PRS) da Guiné-Bissau decidiu hoje realizar o quinto congresso do partido entre 26 e 29 de setembro, anunciou o porta-voz daquela formação política, Víctor Pereira. «O partido, através do seu Cons
Guiné-Bissau O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) da Guiné-Bissau, Fernando Delfim da Silva, foi esta sexta-feira nomeado novo representante permanente do país nas Nações Unidas (ONU), segundo decreto presidencial enviado à agência Lusa. «É o sen

destaques