QUINTA-FEIRA, 29-06-2017, ANO 18, N.º 6361
Angola
União Europeia financia com 22 milhões de euros revitalização da formação profissional
13:20 - 21-04-2017
A União Europeia vai financiar com 22 milhões de euros o projeto Revitalização de Ensino Técnico e da Formação Profissional (RETFOP) em Angola, que visa promover o emprego sustentável.

O projeto já foi aprovado este mês, em Conselho de Ministros, pelo Governo angolano, e de acordo com documentação da União Europeia, a que a Lusa teve hoje acesso, envolve a revitalização do ensino técnico e da formação profissional nas províncias de Luanda, Benguela, Huíla, Huambo, Uíge e Moxico.

Comparticipado com fundos comunitários, o projeto terá a gestão indireta de agências de cooperação dos Estados-membros, casos do Instituto Camões e do France Expertise, tendo como objetivo global «contribuir para a redução do desemprego, sobretudo entre os jovens, através da disponibilização de capital humano mais empregável e produtivo».

A União Europeia estima que o REFTOP permita «reforçar as capacidades de gestão estratégica das instituições públicas ao nível central e local», além de facilitar e apoiar a transição dos diplomados para o mercado de trabalho.

Em concreto, envolve a conceção, reorganização e revisão de programas curriculares destes níveis de ensino, com a identificação de boas práticas internacionais, bem como o reforço da formação de professores e formadores.

Está prevista a «introdução de incentivos», para fomentar a «participação de profissionais experientes para ministrar formação prática, especialmente em zonas remotas» de Angola, assim como o apoio a ações de empreendedorismo dos recém-formados.

Produção agroalimentar, pesca industrial, saúde animal, construção civil, transportes e logística, ambiente, e gestão da água e de resíduos são áreas alvo do projeto.

A desenvolver até 2020, o RETFOP vai reforçar competências técnicas, em novos currículos e na formação de formadores, nas escolas e centros de formação abrangidos, em áreas como laboratório, saúde e segurança no local de trabalho, mecânica, eletricidade e eletrónica.

A União Europeia disponibilizou em 30 anos de cooperação com Angola 1,05 mil milhões de euros e prevê para os próximos cinco anos dotar mais 210 milhões de euros para vários projetos, com destaque para a agricultura sustentável.
Lusa

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais de ANGOLA

Angola A organização Human Rights Watch (HRW) defendeu hoje que o Ministério Público angolano tem de deixar cair as acusações de «insultos do Estado» formuladas contra dois jornalistas locais e que deve deixá-los trabalhar «sem qualquer interferência». E
Angola A Assembleia Nacional (Parlamento) aprovou hoje o Projeto de Lei Orgânica sobre o Regime Jurídico dos Ex-Presidentes e ex-vice-Presidentes da República, que sofreu várias alterações à forma inicial, designadamente a retirada da designação de Presiden

destaques