QUARTA-FEIRA, 24-05-2017, ANO 18, N.º 6325
 Álvaro da Costa, Maputo
Moçambique
Centenas de pessoas na despedida da atriz Graça Silva
20:16 - 19-04-2017
Centenas de pessoas, entre elas, familiares, amigos, colegas de trabalho e fãs, marcaram ontem presença nas cerimónias fúnebres da atriz Graça Silva, que perdeu a vida, na madrugada de domingo, vítima de doença.

O Teatro Avenida, na baixa da cidade de Maputo, onde decorreu a cerimónia, não conseguiu conter a quantidade de pessoas que foi de dizer o último adeus a uma das atrizes de teatro mais conceituadas, de Moçambique.

Graça Silva foi uma das fundadoras da, Mutumbela Gogo, uma das maiores companhias de teatro do país, um grupo de que fez parte ao longo dos 30 anos de carreira.

Graça Silva iniciou a sua vida no teatro quanto tinha 18 anos, e participou em várias peças, como `As Mãos dos Pretos´, `O Inspector´, `Os Meninos de Ninguém´, `A Casa da Boneca´, `Amor Vem´, “Hamlet, `Eu Eduardo sonhei a terra´, entre outras.

O seu talento no teatro levou a reconhecimento mundial, levando até a participações em festivais internacionais em países como Portugal, Brasil, Espanha, França e Itália.
Álvaro da Costa, Maputo

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais de MOÇAMBIQUE

Moçambique A possibilidade da União Desportiva do Songo manter a sua vantagem tranquila de cinco pontos sobre os segundos classificados, ou até de aumentar ainda mais, tem as portas completamente abertas, tendo em conta o quadro de jogos da 14ª e penúltima jorn
Moçambique A redução da mortalidade materna e o combate à desnutrição crónica devem merecer maior atenção em Moçambique, defende a representante da Organização Mundial da Saúde Organização Mundial de Saúde (OMS) no país. «As áreas que não tiveram muitos prog

destaques