SÁBADO, 31-01-2015, ANO 16, N.º 5481
Governo comprometido com objetivos de integração em África
Moçambique O ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros, Oldemiro Baloi, assegurou, em Adis Abeba, na Etiópia, o compromisso do país com os objetivos de integração definidos na Agenda 2063 de África. «Estamos a desenvolver a Agenda 2063 de modo a galvanizar e unir os povos deste continente em torno de uma visão comum de uma África na liderança», disse Oldemiro Baloi, na cimeira da União Africana (UA), que decorre na capital etíope. Segundo o ministro, o governo de Moçambique «está claramente apostado em contribuir para o sucesso do continente» e em prol da «edificação de uma África próspera e em paz consigo própria, justa e solidária, respeitada, soberana e autossuficiente, uma África, acima de tudo, unida».
CAF avalia prejuízos de transferência do CAN para Guiné Equatorial
CAN A Confederação Africana de Futebol (CAF) constituiu uma comissão para avaliar os prejuízos financeiros que essa organização deve arcar com a transferência do Campeonato Africano das Nações (CAN-2015), de Marrocos para Guiné Equatorial. Segundo um comunicado da CAF, as sanções que deverão ser aplicadas a Marrocos constarão do relatório de avaliação desta comissão. O presidente da Federação Real de Futebol de Marrocos, Faouzi Lakjaa, indicou que a CAF se limitará a infligir a Marrocos sanções financeiras e não desportivas.
Mbanza Congo candidata a património mundial da UNESCO
Angola O governo de Angola formalizou, sexta-feira, a candidatura do centro histórico de Mbanza Congo, província do Zaire, a património mundial da UNESCO. A entrega formal da candidatura recorreu em Paris, na sede da organização, agora a UNESCO fazer deslocar uma equipa para comprovar no terreno os dados do documento. Mbanza Congo era a capital do antigo Reino do Congo, fundado no século XIII, estando classificado como património cultural nacional desde 10 de junho de 2013, condição indispensável para a candidatura a património da UNESCO. O centro histórico inclui ruínas e espaços alvo de escavações e estudos arqueológicos, bem como o local denominado de «Tadi dia Bukukua», o antigo palácio real. Foi, ainda, feito o levantamento da missão católica, da casa do secretário do rei, do túmulo de Dona Mpolo (mãe do rei D. Afonso I) e do cemitério dos reis do antigo Reino do Congo. O resultado da candidatura deverá ser conhecido até junho de 2016.
Jogo entre líderes no regional de São Vicente
Cabo Verde Mindelense e Salamansa defrontam-se, domingo, no estádio Adérito Sena, na cidade do Mindelo, num jogo pela disputa da liderança do campeonato regional de futebol de São Vicente. As duas equipas lideram a prova com seis pontos. Antes, jogam Falcões contra Derby e Amarante contra Batuque, jogos de abertura da terceira jornada do regional de São Vicente. Ribeira Bote e Académica do Mindelo encerram, no domingo, a terceira ronda.
ONU alerta para desafios da relação entre o presidente e o primeiro-ministro
Guiné-Bissau Um relatório do secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, sobre a Guiné-Bissau, alerta que a relação entre o presidente guineense, José Mário Vaz, e o primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira, é «essencial» e tem alguns desafios pela frente. «Uma relação construtiva entre o presidente, o primeiro-ministro e o presidente da Assembleia Nacional continuará a ser essencial enquanto se levam por diante as reformas necessárias», refere o relatório, que será discutido no próximo dia 5 de fevereiro pelo Conselho de Segurança da ONU. O documento alerta que o «potencial de recuo para a instabilidade e inconstitucionalidade permanecerá alto enquanto as causas de raiz continuarem por resolver». Ainda assim, a ONU sublinha que o «governo mostrou uma forte vontade política e, fazendo-o, já encontra alguns sinais de resistência». O «recuo no consenso político dentro do governo» é uma das maiores ameaças. O relatório foi divulgado depois das notícias que davam conta de um mal-estar entre o presidente e o primeiro-ministro guineenses. Esta semana, Domingos Simões pereira admitiu a «falta de alguma concertação». «É preciso compreender que a Guiné-Bissau está a sair de uma situação terrivelmente difícil, há muitos interesses em presença, os partidos políticos estão numa recomposição interna, o jogo político não está totalmente clarificado e compreendo que tudo isso não é muito fácil para o presidente, nem para mim. Mas acredito que vamos conseguir um consenso», disse.
Desportivo da Praia mantém pressão sobre o Boavista
Cabo Verde O Desportivo da Praia conseguiu manter a pressão sobre o Boavista, líder do campeonato regional de futebol de Santiago Sul, ao vencer a equipa dos Travadores por 3-1, em jogo que marcou, esta sexta-feira, o arranque da sexta jornada da prova. A sexta ronda do regional de Santiago Sul prossegue este sábado, no Estádio da Várzea, com os jogos entre Bairro e Celtic e entre Académica e Vitória. O Boavista, líder do campeonato, joga no domingo com o Varanda, assim como o Sporting contra o Garridos.
José Maria Neves distinguido com o título de Cidadão Honorário da Cidade Velha
Cabo Verde O primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, é distinguido, este sábado, com o título de Cidadão Honorário da Cidade Velha, durante a sessão solene da Assembleia Municipal que marca o dia do Município da Ribeira Grande de Santiago. Segundo informações avançadas à Inforpress pela autarquia local, para além do chefe do Executivo cabo-verdiano, outros cidadãos vão ser também distinguidos, entre eles o antigo primeiro-ministro Gualberto do Rosário e o presidente da Câmara Municipal de Moura (Portugal), Santiago Augusto Ferreira Macias. A presidente da Câmara Municipal de Lagos (Portugal), Maria Joaquina Quintans de Matos, e o jornalista da Rádio de Cabo Verde (RCV), António Silva Roque fazem parte também desta lista de contemplados. No caso de Silva Roque, a autarquia diz que esta distinção é uma forma de se lhe prestar homenagem.
Vice-presidente reafirma vontade de trabalhar pela estabilidade em África
Angola O vice-presidente de Angola, Manuel Domingos Vicente, reiterou, este sábado, a determinação do seu governo em continuar a trabalhar pela estabilidade em África e no resto do mundo. Manuel Domingos Vicente falava em Adis Abeba, capital da Etiópia, onde participou numa reunião conjunta entre a União Africana (UA) e a ONU, para avaliar a implementação do Acordo Quadro para a paz, segurança e estabilidade na República Democrática do Congo. O encontro decorreu à margem da 24.ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da UA. «Hoje esta situação melhorou, mas confrontamo-nos ainda com o grupo rebelde FDLR, que depois de prometer varias vezes à CIRGL [Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos] e à SADC [Comunidade de Desenvolvimento da África Austral] que desarmaria voluntariamente, até este momento não cumpriu de forma livre e espontânea», sublinhou.
MpD quer um país «desenvolvido e com conteúdo»
Cabo Verde O presidente do Movimento para Democracia (MpD, maior partido da oposição), Ulisses Correia e Silva, pretende transformar Cabo Verde num país «desenvolvido e com conteúdo», para que a economia possa crescer e gerar mais empregos, garantindo, assim, mais rendimentos e proteção social para a população. Falando sexta-feira na abertura da Conferência «Compromisso: Cabo Verde», que decorre até sábado, no palácio da Assembleia Nacional, na Cidade da Praia, o líder do Mdp disse querer estabelecer um «compromisso com o país para que se definam as grandes opções de governação» que o partido, na oposição desde 2001, vai defender nas eleições legislativas do primeiro trimestre de 2016. Para Ulisses Correia e Silva, os cabo-verdianos «têm de acreditar» que não se pode estar dependente dos outros, sobretudo da ajuda externa, «que já não existe», e de créditos fáceis, defendendo a criação de soluções de emprego e de rendimento para as famílias e para os jovens, a faixa etária mais afetada pelo desemprego. «Queremos estabelecer um compromisso com Cabo Verde, no sentido de que a situação económica que temos hoje é o fim de um modelo esgotado, de um governo esgotado, que é preciso substituir. Estamos a abrir um processo de diálogo com a sociedade civil para discutir temas relevantes para o país», salientou. Ulisses Correia e Silva, Augusto Mateus, António Rebelo de Sousa, João Estevão, José Luís Fernandes, Jorge Spencer Lima, Carlos Veiga, Jorge Brito, António Moreira, Vasco Marta, são os conferencistas deste evento, que contará com a presença de outras figuras nacionais, especialistas em setores como justiça, economia, segurança, finanças e gestão empresarial.
Transportadora aérea cabo-verdiana começa a voar em junho para Guiné-Bissau
Cabo Verde A TACV Cabo Verde Airlines anunciou, esta sexta-feira, o reinício dos voos para Bissau, duas rotas semanais, a partir do mês de junho, no percurso Bissau/Dacar e Dacar/Praia. O presidente do conselho de administração da companhia, João Pereira Silva, diz que esta expansão da rede de rotas vai trazer maior conetividade na África Ocidental e é um «passo importante» que abrirá novas oportunidades para Cabo Verde e Bissau. «Este serviço está direcionado a todos os que pretendem visitar ou fazer negócios no Senegal, Praia ou Guiné-Bissau ou ainda a outros que desejam fazer a conexão com destino a Lisboa, Amesterdão, Paris e Brasil», lê-se num comunicado da TACV. A transportadora aérea cabo-verdiana vai também iniciar operações para Providence, nos Estados Unidos da América e Recife, no Brasil

Angola

classificações

Angola - Girabola
Moçambique - Moçambola
1. ª jornada
2. ª jornada
classificação
1. ª jornada
2. ª jornada
classificação
22-02
Petro Luanda
-
Bravos Maquis
22-02
Interclube
-
Sporting Cabinda
22-02
ASA
-
Sag. Esperança
22-02
Progresso Lunda
-
Progresso
22-02
Benfica Luanda
-
Domant Bengo
22-02
Rec. Caála
-
Desp. Huíla
22-02
Rec. Libolo
-
Kabuscorp
22-02
Ac. Lobito
-
1º de Agosto
E. Vermelha
-
HCB Songo
Têxtil Punguè
-
Fer. Nampula
Fer. Pemba
-
Desp. Maputo
Chibuto FC
-
Maxaquene
Fer. Maputo
-
Liga Muçulmana
Costa do Sol
-
Fer. Beira
CD Nacala
-
Fer. Quelimane
J
V
E
D
G
P
1
1º de Agosto
0
0
0
0
0-0
0
2
Ac. Lobito
0
0
0
0
0-0
0
3
ASA
0
0
0
0
0-0
0
4
Benfica Luanda
0
0
0
0
0-0
0
5
Bravos Maquis
0
0
0
0
0-0
0
6
Desp. Huíla
0
0
0
0
0-0
0
7
Domant Bengo
0
0
0
0
0-0
0
8
Interclube
0
0
0
0
0-0
0
9
Kabuscorp
0
0
0
0
0-0
0
10
Petro Luanda
0
0
0
0
0-0
0
11
Progresso
0
0
0
0
0-0
0
12
Progresso Lunda
0
0
0
0
0-0
0
13
Rec. Caála
0
0
0
0
0-0
0
14
Rec. Libolo
0
0
0
0
0-0
0
15
Sag. Esperança
0
0
0
0
0-0
0
16
Sporting Cabinda
0
0
0
0
0-0
0
J
V
E
D
G
P
1
Liga Muçulmana
25
14
8
3
39-15
50
2
Fer. Nampula
25
14
7
4
24-11
49
3
Fer. Beira
25
13
7
5
29-15
46
4
HCB Songo
25
12
5
8
32-27
41
5
Desp. Maputo
25
11
5
9
33-26
38
6
Maxaquene
25
11
5
9
24-18
38
7
Chibuto FC
25
10
7
8
28-25
37
8
Costa do Sol
25
10
5
10
31-26
35
9
CD Nacala
25
7
8
10
22-28
29
10
Fer. Maputo
25
7
7
11
24-25
28
11
Fer. Quelimane
25
8
4
13
18-33
28
12
Fer. Pemba
25
5
6
14
17-33
21
13
Têxtil Punguè
25
5
6
14
13-33
21
14
E. Vermelha
25
3
10
12
10-29
19