CN Trial 4x4: Campeões festejaram em Gandra (FOTOS)

Todo o terreno 16-10-2017 22:21
Por Filipa Reis
O circuito de Gandra, no concelho de Paredes, foi o palco de todas as decisões no que a campeões das diversas classes do Campeonato Nacional Trial 4x4 diz respeito. 36 equipas estiveram em pista, com uma multidão de adeptos a marcar presença na prova de encerramento da temporada.

Rui Querido ganhou tudo
Desportivamente falando foi uma época perfeita para Rui Querido e Ivo Mendes (Euro4x4parts/Veicomer), já que venceram tudo o que havia para ganhar em termos de equipa, navegador e piloto na classe Absoluto e também na classe Proto. Recorde-se que Rui Querido, piloto de Torres Vedras, é tetracampeão da classe Proto, algo nunca antes conseguido do CN Trial 4x4.
«Foi uma prova muito difícil, mas sabíamos que bastava cumprirmos uma volta para sermos vencedores. Liderámos o campeonato de princípio ao fim, com uma grande vantagem, e o nosso objetivo foi cumprido, melhor era impossível», realçou Rui Querido.

Emoção até ao fim na classe Extreme
Na classe Extreme António Calçada (NordHigiene Team) sagrou-se campeão, sendo que chegou a esta última prova com menos dois pontos do que o líder e depois das três horas da prova de resistência completou 13 voltas à pista, mais duas do que o segundo classificado, Canelas Pneus (António Silva/Daniel Jorge). Menos sorte teve o humorista Pedro Alves (MonsTTer/Cistus). Os muitos problemas com o Land Rover não lhe permitiram sequer completar uma volta à pista e na classificação final falhou o pódio por dois pontos.
«Ao longo da época tivemos vários problemas mecânicos, mas investimos tudo nesta última etapa e conseguimos ser campeões. Acreditámos sempre que seria possível», disse António Calçada.

Cláudio Ferreira com estreia gloriosa
Na classe Super Proto o grande destaque vai para Cláudio Ferreira (Auto Higino) que no ano de estreia nestas andanças conseguiu sagrar-se campeão.
«Com o avançar das provas começámos a sentir que tínhamos hipóteses de chegar ao título e começámos cada vez a vir com mais vontade. O balanço foi positivo, conseguimos manter o segundo lugar na classe Absoluto e campeões na Super Proto», regozijou-se Cláudio Ferreira.

Bicampeão na classe Promoção
À semelhança do que aconteceu no ano passado, com seis vitórias em sete provas, João Fernandes (Jovi Team) voltou a sagrar-se campeão da classe Promoção. Nesta última etapa, no duelo habitual com João Vicente (Santerchips/AM turbocharger/Jot4x), venceu ao completar 16 voltas à pista, mais duas do que o adversário direto.
«Temos vindo a ganhar muitos simpatizantes ao longo de cada prova e demos sempre o nosso melhor. Ainda tivemos alguns problemas mecânicos e o pó criou-nos muitas dificuldades, mas felizmente conseguimos», desabafou João Fernandes.

Duque campeão com 56 cavalos
Na classe UTV/Buggy, que ao longo do campeonato contou apenas com dois participantes, foi Daniel Duque (Duque TT) a levar a melhor sobre Domingos Diniz (Team Revi-clap 1). Além de ter vencido a etapa de Gandra, completou 23 voltas à pista, mais uma do que Domingos Diniz, Daniel Duque sagou-se campeão.
«Ganhou o carro mais fraco do Campeonato, com 56 cavalos, comparado com outros com muito mais potência! Não esperávamos que fosse possível vencermos. Foi uma participação fantástica, divertimo-nos muito e ainda por cima chegarmos ao lugar que chegámos», realçou Daniel Duque.

Tal como aconteceu nos últimos dois anos, José Costa não foi esquecido e a organização do CN Trial 4x4 levou a cabo um troféu extracampeonato em homenagem ao antigo praticante e sócio do clube TT Paredes Rota dos Móveis. Em pista estiveram viaturas de série, com ou sem modificações, e com pneus até 37 polegadas. António Martins (Martins’s Team) venceu após ter completado 11 voltas à pista, mais duas do que o segundo classificado, Carlos Teixeira (RC Automóveis & Tasco do Stand).

Classificação Classe Extreme
1.º NordHigiene Team (António Calçada/Vítor Rodrigues) –Suzuki Samurai R – 120 pontos
2.º Canelas Pneus (António Silva/Daniel Jorge) – Toyota Hilux – 116 pontos
3.º Electro Auto Pires (Emanuel Pires/Fábio Pires) – Nissan Patrol GR – 104 pontos

Classificação Classe Proto
1.º Euro4x4parts/Veicomer (Rui Querido/Ivo Mendes) – Toyota bj40– 118 pontos
2.º TáBô Team 4x4 (Flávio Gomes/António Leal) – Jeep Crawler– 103 pontos
3.º Dream Car (Álvaro Alves/Álvaro Neves) – Toyota bj70– 97 pontos

Classificação Classe Super Proto
1.º Auto Higino (Cláudio Ferreira/Luís Pirralho) – Proto Mercedes – 118 pontos
2.º Bar Amarílio (Cláudio Amarílio/Pedro Campas) – Crawler BMW – 87 pontos
3.º Nenhuma outra equipa cumpriu a exigência regulamentar de estar em todas as provas

Classificação classe Promoção
1.º Jovi Team (João Fernandes/Rodrigo Sousa) – Nissan Patrol GR – 140 pontos
2.º Santerchips/AM turbocharger/Jot4x (João Vicente/Manuel Morgado) – Toyota BJ 40 – 122 pontos
3.º Irmãos Ferreira (Fábio Ferreira/João Oliveira) – Nissan Patrol GR – 94 pontos

Classificação classe UTV/buggy
1.º Duque TT (Daniel Duque/Hélder Leal) – Polaris RZR 800S – 131 pontos
2.º Team Revi-Clap 1 (Domingos Diniz/Didier Dinis) – Polaris RZR 1000– 124 pontos

Classificação classe Absoluto*
1.º Rui Querido – Toyota bj40– 103 pontos
2.º Cláudio Ferreira – Proto Mercedes – 85 pontos
3.º Álvaro Alves – Toyota bj70 – 71 pontos

*A pontuação atribuída na classe Absoluto foi, ao longo da época, determinada pela classificação geral final de cada evento nas classes Extreme, Proto e Super Proto.

Fotos de GoAgency
Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais