Polícia mantém-se na favela Rochinha por tempo indeterminado

Brasil 24-09-2017 22:18
Por Redação
O governador do Estado brasileiro do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou este domingo que os elementos da polícia vão continuar a patrulhar e em operações na favela da Rochinha, por tempo indeterminado.

«A nossa policia militar, o batalhão de choque o Bope [Batalhão de Operações Policiais Especiais] ficam o tempo que for necessário dentro da Rocinha para continuarmos com as apreensões de drogas e fuzis», disse o governador numa conferência de imprensa.

A situação na Rocinha, maior favela do Rio de Janeiro, onde vivem pelo menos 70 mil pessoas, agravou-se na semana passada, quando os grupos de traficantes rivais entraram em conflito causando violentos tiroteios e mortes.
Ler Mais

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais