Polícia Militar do Rio de Janeiro «desaconselha» passagem pela favela da Rocinha

Brasil 17-09-2017 23:14
Por Redação
A Polícia Militar do Rio de Janeiro emitiu este domingo um alerta, desaconselhando a passagem pela favela da Rocinha, devido «a intenso tiroteio entre quadrilhas que disputam pontos de venda de droga».
Os incidentes começaram na sexta-feira e terão resultado na morte de cinco pessoas.

Neste domingo, surgiram, todavia, nos meios de comunicação do Rio de Janeiro, relatos da morte de, pelo menos, mais uma pessoa.
«Conflitos entre traficantes de Rocinha. Evite a região», preveniu a Polícia Militar do Rio, na sua conta na rede social Twitter.

Segundo relatos dos media locais, os habitantes da comunidade da Rocinha acordaram na manhã deste domingo com o som de um forte tiroteio, que se prolongou durante horas.

A inquietação estendeu-se à zona sul da cidade, onde ficam situados alguns dos pontos turísticos mais conhecidos, como Copacabana, Ipanema, Leblon e São Conrado.

Nas redes sociais, alguns dos 70 mil habitantes da comunidade publicaram vídeos nos quais é possível ouvir o som dos disparos e ver homens armados do COP (Central de Operações Policiais).

De acordo com o Instituto de Segurança Pública, o Rio registou neste semestre o nível mais alto de violência desde 2009, com 3457 homicídios, aumento de 15% em relação a igual período do ano passado.
Ler Mais

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais