Ministério Público arquiva processo contra Passos Coelho e Miguel Relvas

País 13-09-2017 22:31
Por Redação
O Ministério Público (MP) arquivou o processo que envolvia o antigo primeiro-ministro e atual líder do PSD, Pedro Passos Coelho, e o ex-Secretário de Estado, Miguel Relvas, por suspeitas de corrupção através da empresa Tecnoforma.

De acordo com o despacho divulgado Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), o MP conclui que, «não permitindo a matéria factual apurada concluir pela existência de conduta criminal, foi determinado o arquivamento dos autos, sem que houvesse lugar à constituição de arguidos».

Em causa estavam os crimes de corrupção ativa, passiva, abuso de poder, participação económica em negócio, prevaricação, fraude na obtenção de subsídio e desvio de subsídio.

Recorde-se que o início do caso remonta ao ano de 2012, quando várias notícias deram conta de diversas ações de formação realizadas pela empresa Tecnoforma, onde Passos Coelho foi consultor e administrador, em aeródromos da região Centro. Os alegados crimes teriam ocorrido quando Miguel Relvas era secretário de Estado da Administração Local, entre 2002 e 2004.
Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais