Só Messi escapa à fúria da imprensa argentina

Argentina 06-09-2017 18:07
Por Redação
Está a ferro e fogo o ambiente entre a seleção argentina, adeptos e a imprensa desportiva do país. Depois de mais um resultado desolador - empate a um golo, em Buenos Aires, contra a Venezuela -, que deixa a equipa de Jorge Sampaoli em posição delicada para se apurar para o Mundial, apenas Leo Messi escapou à ira do Olé, um dos mais conceituados jornais do país.

«Os mesmos adeptos que sonhavam com uma goleada neste jogo perderam a paciência com uma seleção que não para de lhes dar desilusões. Neste cenário aparece o melhor jogador do mundo. A sua cara no fim do jogo dizia tudo: triste, solitário, derrotado. Queria esconder-se até 5 de outubro [data do decisivo jogo com o Perú], porque até lá só há espaço para pegar na calculadora e ouvir a chuva de protestos.

- A imagem de Messi rodeado de adversários repete-se vezes sem conta. Mas quem adora esse movimento de PlayStation também percebe que é resultado de um mau desempenho do coletivo. As três finais perdidas pesam, as constantes mudanças de selecionador, a falta de organização da Federação. Os adeptos perguntam como é possível termos chegado a este ponto», lê-se num artigo no referido jornal.

Ler Mais
Comentários (13)

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais