Tributo a Pierre de Coubertin (artigo Cláudia Santos, 2)

Espaço Universidade 02-09-2017 00:04
Por Cláudia Santos
Oitenta anos após a sua morte (1937-2017), Pierre de Coubertin continua no coração académico de tudo o que envolve o Movimento Olímpico. Pierre Frédy, barão de Coubertin (1863-1937), nascido em Paris a 1 de Janeiro de 1863, fundador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, os quais renascem em Atenas 1500 anos após os últimos Jogos da Antiguidade (393 d.C.). A sua identidade multifacetada, enquanto desportista, historiador, filósofo, artista e político, permitiu que o seu legado permaneça até aos dias de hoje como um contributo incontornável em matéria de pedagogia olímpica e desportiva. As figuras que tiveram maior influência no seu pensamento foram: Hippolyte Taine (1828- 1893), Thomas Arnold (1795- 1842) e Frédéric Le Play (1806- 1882).

É com base nestas influências que Pierre de Coubertin começa a pensar o seu modelo de reforma social através da educação e do desporto. Os Jogos Olímpicos eram vistos por Coubertin como um meio de internacionalização do desporto pela juventude, tendo como prioridade difundir a ideia de Paz entre as nações. Assim, a ideia era inserir o desporto na reforma educativa francesa, através da introdução de exercícios e do desporto em si nos programas de ensino das escolas. Ele tinha o ideal humanista de reviver o espírito dos Jogos da Grécia Antiga, como uma prática desportiva para educar e cultivar os homens.

Para ele a força moral dos jovens poder-se-ia desenvolver através da experiência individual do desporto e estender-se por toda a vida.
Do seu legado filosófico para uma Educação Olímpica, podemos destacar:
- Conceito de desenvolvimento harmonioso de todos os seres humanos.

Educação dos jovens focada não só na mente e no inteletual, mas também no corpo: “Sports for All”;
- Ideia de esforço do ser humano pela perfeição através da excelência. Ideia de ser um exemplo, de se superar a si mesmo, dar o seu melhor e não se contentar com o mediano;
- Atividades desportivas voluntárias ligadas aos princípios éticos, como o fair play, a igualdade e a oportunidade. P. de Coubertin utilizava o termo francês “esprit chevaleresque” para falar de fair play, como base de uma competição justa, jogo limpo;
- Conceito de paz e boa vontade entre as Nações, refletido pelo respeito e tolerância nas relações humanas;
- Promoção de movimentos através da emancipação no e através do desporto. Igualdade entre raça e género: tolerância pelo sexo oposto, aceitação de várias formas de educação física e de desportos competitivos, desenvolvimento do sentido de responsabilidade.

Contudo, o Olimpismo representa apenas uma parte dos assuntos abordados nas suas obras, a enorme quantidade de trabalhos escritos por Coubertin engloba uma variedade de assuntos que vai desde a poesia ao romance, de conselhos sobre a higiene ao tratado da educação moral, de escritos sobre as suas viagens a reflexões filosóficas, da história do desporto à história Universal.

Antes de morrer, Pierre de Coubertin manifesta a vontade de sepultar o seu coração separado do corpo, no coração e berço dos Jogos Olímpicos, em Olímpia. E assim foi feita a sua vontade, após a sua morte em 2 de Setembro de 1937, o seu corpo é enterrado em Lausanne (sede do Comité Olímpico Internacional), e o seu coração é sepultado num monumento perto das ruínas do Santuário de Olímpia, localizado nas imediações da Academia Olímpica Internacional (o qual se pode ver na fotografia).
O seu coração repousa hoje no coração de Olímpia, é a nós que cabe fazê-lo bater prosseguindo com a investigação e ação na área da pedagogia olímpica e desportiva!

É com profunda gratidão que honro as suas obras e escritos, tão urgentes e atuais como na sua época, após oitenta anos da sua morte percebemos que Coubertin estava bastante à frente do seu tempo na defesa de ideais pedagógicos ao serviço da Humanidade!

Cláudia Santos
Doutoranda em Sociologia e Gestão de Desporto, FMH- Universidade de Lisboa
Ler Mais
Comentários (16)

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais