Aimar Centeno, de possível craque no Real Madrid a condutor de camiões

Argentina 10-08-2017 15:15
Por Redação
Em 2002, com apenas 16 anos, Aimar Centeno ganhou (entre 12 mil candidatos) um reality show televisivo chamado Caminho da Glória, que procurava eleger um futuro craque de futebol.

O prémio era nada mais do que um período de experiencia no Real Madrid e a possibilidade de assinar contrato, com o bónus de os primeiros treinos serem com a equipa principal onde alinhavam Casillas, Zidane, Figo e outras estrelas.

O jovem atravessou o Atlântico determinado a agarrar a oportunidade. «Estava a acontecer-me algo impensável. Butragueño e Valdano deram-me as boas-vindas e apertei a mão a Makélélé e Ronaldo. Foi muito especial», disse.

Quando tudo corria bem a vida tratou de lhe pregar uma partida e lesionou-se no primeiro treino, demorando a recuperar e o período de experiência chegou ao fim.
Centeno teve de voltar à Argentina e tentou a sorte no River Plate e no Chacarita, sem sucesso.

Foi obrigado a escolher outro rumo para a sua vida, começando a trabalhar como empregado de balcão. Agora, com 31 anos de idade, é condutor de camiões, mas não esquece a partida que o passado lhe pregou.
Ler Mais
Comentários (2)

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais