Estarei caduco? (artigo de Joaquim Queirós, 15)

Espaço Aberto 08-09-2015 16:57
Por Redação
É verdade, caros leitores, a sentença chegou num comentário às nossas crónicas neste espaço e que nos foi cedido por Vítor Serpa, director prestigiado de “A Bola” e coordenado pelo considerado jornalista Fernando Guerra.

Com todas as letras fomos considerados por um leitor (ainda vamos tendo alguns) como CADUCO! Estaremos? Convém ver isso, amigos de “A Bola”.

Ao fim de mais de uma dúzia de intervenções ainda não recebemos instruções para procurar um lar de idosos, tão pouco sentimos cócegas dos senhores Alzheimer ou Parkinson. Não é mentira que já registamos 80 natais, mas ainda cá estamos para saborear mais uns tantos.

Para trás, ao longo dos anos, já deixamos milhões de palavras escritas nos “linguados” e no matraquear dos teclados das saudosas máquinas de escrever e, agora, dos computadores. Só não aderimos ao acordo ortográfico. Nisso somos conservadores ou, então, dando um gostinho ao leitor que nos quis morder, talvez sejamos não caducos, mas teimosos.

Mas sigamos caminho, sem muletas, para desespero de quem já nos quer ver amparado a elas. Temos só uma muleta e que é o 1 que nos segura os 80, ou seja, 81 bem medidos.

Ora esta semana demos férias aos nossos amigos Pires, Botas e Solha, os quais estarão a preparar a nova luta que vem por aí, sobretudo o Botas e o Solhas que tiveram estes dias para rilhar as entrevistas de Luis Filipe Vieira, presidente do Benfica, e a do treinador do Sporting, Jorge de Jesus. Dois documentos interessantes, do líder do ninho das águias a acreditar no futuro da rapaziada do Seixal.

O presidente corre perigos no seu acreditar, mas pode também vir a ser aplaudido, já que, quer se queira ou não, não vivemos num país em que se possa (ou deva) gastar milhões em jogadores que muitos deles são como os melões, inicialmente apregoados pelos vendedores como saborosos, mas depois de abertos, estão verdes e sem sabor. E nem as cascas se aproveitam...

Já o ex-treinador do Benfica, agora no Sporting, que ouvimos por aí, em parangonas, ter sido senhor do alavancar de uma entrevista de três estalos, mas quanto a nós foi mais do mesmo, num mascar constante de ressabiamentos e de recados para o outro lado da rua, deixando escapar algo que dá para meditar ao afirmar que quando chegou a Alvalade “havia qualidade no Sporting”, a dar o recado que quem ele foi substituir percebia pouco da poda, já que nada ganhou de muito importante, bem como não se furtando a afirmar que “Rui Vitória fez o que eu queria na Taça”, numa tirada mesmo a merecer cartão amarelo e ...“penalty”.

A completar a semana, a notícia que o FC do Porto terá de ir jogar a Arouca, fazer não sei quantas curvas e enjoar, enquanto o Benfica foi defrontar a equipa de Litos na cidade de Aveiro. Como diz o Pires, o Arouca agora já pensa como um campeão e quer jogar à defesa, em casa, com vitórias, mesmo com menos dinheiro na bilheteira.

É verdade que não vai chegar a vitela da região para satisfazer os “dragões”, mas dá que pensar. Lá isso dá.

Tal como dão que pensar as reacções estomacais de Augusto Inácio, director das Relações Internacionais do Sporting, quando acusa o Benfica de estar com azia por a águia voar tão baixo. Uma posição rasteira que não dignifica o futebol e um senhor director que até relações públicas. E o Inácio até nos parece ser um bom cidadão,saudável, sem azia, perdão, sem azedume.

Pronto, que venha o campeonato. Não esquecemos que a nossa Selecção acabou de ganhar à rasca na Albânia e dar um passo em frente para o Euro 2016, em França. Ganhamos era o que se precisava. Mas Fernando Santos continuará a ter insónias…

E por hoje, basta. Mais havia para escrever, mas fica para a semana, pois até lá não devemos ficar caducos e interditos pelos meus “patrões” de “A Bola”. Ora se o Ricardo Carvalho, na Selecção ainda brilha, tal como o Júlio César, no Benfica, é um dos melhores guarda-redes a jogar em Portugal, o Queirós ainda pode dar uns chutos no campeonato das prosas. Ou não?

Joaquim Queirós, jornalista, foi diretor de O Comércio do Porto e da Gazeta dos Desportos.
Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais