Murphy, Higgins e Bingham apuram-se na Índia

Snooker 14-09-2017 19:39
Por António Barroso
O escocês Graeme Dott foi esta quinta-feira a exceção entre um quarteto de campeões mundiais que entraram em ação nos 16avos de final do Open da Índia, prova do circuito profissional e da época 2017/18 da World Snooker a decorrer até sábado em Vishakhapatnam, ao ficar pelo caminho, ao contrário do compatriota John Higgins e dos ingleses Stuart Bingham e Shaun Murphy.

John Higgins, 42 anos, terceiro do ranking e vice-campeão mundial (já tetracampeão no Crucible, em 1998, 2007, 2009 e 2011), bateu Martin O’Donnell por 4-2 e irá defrontar, sexta-feira, nos oitavos, o inglês Michael Holt, enquanto Graeme Dott, campeão mundial em 2006, não resistiu ao inglês Mark King (1-4), próximo rival de Stuart Bingham.

Campeão mundial em 2015 e nono da hierarquia, Bingham, de 41, desembarouçou-se do compatriota Matthew Selt (finalista vencido do Lisbon Open, em dezembro de 2004), por igual margem: 4-1.

Já o mágico, o inglês Shaun Murphy, de 35 anos, quinto do ranking e campeão mundial em 2005, afastou o irlandês Fergal O’Brien (4-1) e terá pela frente, nos oitavos, sexta-feira, Elliot Slessor, que bateu Joe Perry (4-3).

O norte-irlandês Mark Allen, 11.º do ranking, mas também o inglês Ricky Walden somam-se ainda aos que espreitam levantar a taça e levar o cheque mais apetecido da Índia, onde o escocês Anthony McGill, de 26 anos, 18.º do ranking mundial e vencedor do torneio em 2016, continua a defender com êxito o seu título: esta quinta-feira bateu o inglês Rory McLeod (4-1), e nos últimos 16 em prova defrontará o iraniano Hossein Vafaei.

O Open da Índia atribui 323 mil libras (358.560 euros) de prémios, das quais 50 mil libras (55.505) ao futuro campeão.

Até às meias-finais os jogos são à melhor de sete frames - vitória aos quatro (de 4-0 a possíveis 4-3) – e a final será jogada à melhor de nove frames: triunfa o primeiro a chegar à quinta vitória (de 5-0 a possíveis 5-4).

16avos de final, esta 5.ª feira (apurados a negro):

Sam Baird-Ken Doherty, 3-4
Mark King-Graeme Dott, 4-1
Xu Si-Sean O`Sullivan, 4-3
Ricky Walden-Ben Woollaston, 4-2
Hossein Vafaei-Gerard Greene, 4-2
Tian Pengfei-Zhang Anda, 2-4
Stuart Bingham-Matthew Selt, 4-1
Fergal O`Brien-Shaun Murphy, 1-4
Anthony McGill-Rory McLeod, 4-1
Gary Wilson-Michael Holt, 2-4
Alexander Ursenbacher-Mark Allen, 2-4
Kurt Maflin-David Gilbert, 3-4
Liam Highfield-Yu De Lu, 4-3
Akani Songsermsawad-Dominic Dale, 4-0
Martin O`Donnell-John Higgins, 2-4
Elliot Slessor-Joe Perry, 4-3

Oitavos de final, 6.ª feira (hora portuguesa):

Anthony McGill-Hossein Vafaei (5 horas)
Zhang Anda-Ken Doherty (5 horas)
Stuart Bingham-Mark King (5 horas)
Xu Si-Ricky Walden (5 horas)
Elliot Slessor-Shaun Murphy (6.30 horas)
David Gilbert-Mark Allen (6.30 horas)
Liam Highfield-Akani Songsermsawad (6.30 horas)
Michael Holt-John Higgins (6.30 horas)
Ler Mais
Comentários (0)

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais