PJ investiga três homicídios ocorridos durante a época festiva

CABO VERDE 03-01-18 8:37
Por Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) de Cabo Verde confirmou estar a investigar três homicídios ocorridos no país durante a época festiva do Natal e Ano Novo, adiantando que uma quarta morte ocorrida no mesmo período foi acidental.

De acordo com a PJ, os homicídios ocorreram nas ilhas do Sal e de São Vicente, enquanto a morte acidental aconteceu na cidade da Praia, ilha de Santiago.

Na ilha do Sal, foi encontrado morto no dia 25 de dezembro, um jovem com idade entre 20 e 22 anos, na localidade de Igrejinha, em Santa Maria.

De acordo com a autópsia, citada pela PJ, a vítima terá sido agredida com uma arma branca, estando o caso a ser investigado pelo Departamento de Investigação Criminal do Sal.

Em São Vicente, na madrugada do dia 24 de dezembro, um indivíduo de nacionalidade nigeriana foi assassinado à facada, na zona de Chã de Alecrim, na sequência de um desentendimento com um compatriota.

O suspeito foi detido a 25 de dezembro e entregue ao Ministério Público, tendo ficado em prisão preventiva, conforme explica a PJ

Ainda em São Vicente, um jovem foi morto na madrugada de 01 de janeiro por um outro jovem, no centro da cidade do Mindelo, na sequência de confrontos entre grupos rivais.

Após identificar o suspeito, a Polícia Judiciária solicitou ao MP um mandato de detenção fora de flagrante delito para o indivíduo, que foi apresentado ao Ministério Público, na terça-feira, "para efeito de legalização da prisão".

Na cidade da Praia, foi encontrado na zona do Palmarejo, na terça-feira, o cadáver de um individuo do sexo masculino, mais tarde identificado como Tunga Né, estilista angolano, residente em Cabo Verde.

A Polícia Judiciária realizou a inspeção ao local e o levantamento do cadáver, tendo a autópsia confirmado morte por acidente.

Tunga Né terá sofrido vários traumatismos resultantes de uma queda acidental.

A Polícia Judiciária adiantou ainda que a investigação à morte de um guarda noturno, a 25 de outubro, em Santa Cruz, ilha de Santiago, foi acidental e resultou de uma queda do terraço da sua casa.