Presidente da UEFA também vai doar percentagem do salário a causas sociais

UEFA 29-11-17 5:13
Por Redação

Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, é outra das personalidades do mundo do futebol que vai doar um por cento do seu salário à Common Goal, associação comunitária responsável por apoiar diversas causas sociais ligadas ao futebol, que tem em Juan Mata, jogador do Manchester United, um dos cofundadores.

«Acredito piamente que o futebol tem o poder de mudar o mundo. Fui inspirado pelo Juan Mata para me juntar à Common Goal. É um prazer ver um jogador liderar este projeto porque os futebolistas beneficiaram muito do futebol e esta é uma maneira de darem algo em troca», afirmou o dirigente esloveno, em declarações reproduzidas no website da UEFA.

Nesta altura, há já mais de 30 jogadores que doam um por cento do seu vencimento à associação, entre os quais Mats Hummels, Giorgio Chiellini, Alex Morgan, Megan Rapinoe, Vero Boquete, Serge Gnabry e Shinji Kagawa.