Paulo Rangel não se candidata à liderança do partido

POLÍTICA 06-10-17 1:15
Por Redação

O eurodeputado Paulo Rangel anunciou hoje que não será candidato à liderança do PSD «por razões familiares», e assegura que se vai manter neutro face a futuras candidaturas.

Rangel diz que «perante o inesperado anúncio do atual presidente do PSD de que não se candidataria a um novo mandato», o seu nome começou a surgir como uma possibilidade, entre outras, para vir a disputar esse lugar, sem que tivesse existido «qualquer manifestação de disponibilidade nesse sentido», tendo iniciado um período de reflexão e contactos com vista a «uma decisão ponderada e fundamentada».

«Infelizmente, e independentemente das condições políticas subsistentes, por razões de ordem familiar, que tentei solucionar ao longo dos últimos dois dias, nas atuais circunstâncias, afigura-se inviável a apresentação dessa candidatura», refere.