Subcomissário da PSP diz que agrediu adeptos do Benfica porque teve medo

Benfica 16-04-2018 14:33
Por Redação
Filipe Silva, subcomissário da PSP, esteve esta segunda-feira no Tribunal de Guimarães e clarificou que a forma como atuou, com socos e bastonadas a dois adeptos do Benfica, após um v. Guimarães-Benfica, nas imediações do Estádio D. Afonso Henriques, a 17 de maio de 2015, esteve relacionada com o facto de estar com receio de ser agredido pelos adeptos encarnados, facto agravado, segundo o próprio, pelo clima de tensão em torno do embate entre o Vitória de Guimarães e o Benfica, explicando ainda que o policiamento é mais complicado naquele estádio devido à forte ligação dos adeptos do V. Guimarães ao clube, «com tendência para serem mais violentos quando a situação descamba».

O agente da autoridade, que alega que um dos adeptos agredidos o injuriou, o terá cuspido e ofereceu resistência à ordem de detenção, pelo que teve necessidade de recorrer à força, «sem exceder nos limites», está a responder a dois crimes de ofensa à integridade física qualificada, além de dois crimes de falsificação de documento e dois crimes de denegação de justiça e prevaricação.

O pai e o filho negaram que tivessem provocado ou feito algo ao polícia. «Vi o meu filho levar porrada de qualquer maneira e feitio, ia ajudar a ver se se ele se livrava daquilo e também levei.»
Ler Mais
Comentários (66)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais