Sucessor do mítico Pão de Forma será real em 2022

VOLKSWAGEN 21-09-2017 14:56
Por Auto Foco
A VW está a levar muito a sério a estratégia de conversão da sua gama de modelos para uma boa parte de veículos elétricos. O plano passa por vender mais de um milhão de carros elétricos por ano a partir de 2025 e a confirmação da passagem à produção em série de uma nova incarnação de um Pão de Forma elétrico dentro de cinco anos é mais uma prova dessa nova orientação que saiu das cinzas do Dieselgate.

O “tubo de ensaio” surge na forma do protótipo I.D. Buzz, carregado de tecnologia, o que não era realmente o caso do Pão de Forma, nascido em plena austeridade do pós-guerra na Alemanha. E isso começa por ser evidente mesmo antes de entrarmos neste automóvel ainda em fase de protótipo, uma vez que a porta se abre automaticamente quando o condutor acena com o seu braço, como que pela mão de um fantasma.

O acesso é muito facilitado pelas conhecidas portas de correr e porque os bancos da frente estão bastante chegados à frente, sobrando amplo espaço para passageiros (até um total de sete, mais o condutor), além de ser um espaço muito desimpedido por o chão do I.D. Buzz ser totalmente plano. Existem duas bagageiras, uma à frente e outra atrás.
A clássica silhueta quadradona do Pão de Forma futurista e as dimensões (4,94 metros de comprimento, 1,97 m de largura e 1,96 m de altura) tornam fácil adivinhar um interior muito espaçoso. Uma ideia corroborada pela enorme distância entre eixos de 3,30 metros (sabendo-se já que vai existir uma variante mais curta, também com um comprimento inferior, na ordem dos 4,80 m).

Este ‘concept’ do sucessor do mítico T2 ‘Pão de Forma’ tem um desenvolvimento do motor elétrico do e-Golf, com cerca de 270 cv. A plataforma é de tração traseira.

As primeiras impressões de condução estão na edição desta semana da revista AUTO FOCO, já nas bancas.

Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais