Três detidos na Beira acusados de assassinar cidadã portuguesa

Moçambique 31-12-2017 12:37
Por António Mavila, Beira
Três jovens com idades compreendidas entre 21 a 24 anos de idade, acusados de terem sequestrado e morto uma cidadã de nacionalidade portuguesa foram detidos pela Policia da Republica de Moçambique (PRM), em Sofala.

Os três jovens, um dos quais treinador pessoal da vítima, terão confessado o crime. Antes de assassinar a vítima, esido roubada e agredida sexualmente.

Inês Rodrigues Botas, de 28 anos de idade, era funcionária da empresa Fernando Pinto Teixeira (Ferpinta) na cidade da Beira, e terá sido raptada na noite de 28 de Dezembro.

As diligências feitas pela polícia culminaram com a detenção dos três jovens.

O porta-voz da PRM em Sofala, Daniel Macuacua, explicou que o rapto terá ocorrido cerca das 22 horas, posteriormente a vítima foi levada para o rio Pungue, ammarrada e atirada ao rio.

O corpo viria a ser encontrado na manhã de sábado, num trabalho que envolveu a polícia e bombeiros depois de um dos homens ter dado a localização.

Para o esclarecimento do crime valeu a colaboração de um dos funcionários do clube náutico local onde a vítima fazia quase diariamente treinos físicos.

O nosso jornal sabe que os restos mortais de Inês Rodrigues Botas se encontram no Hospital Central da Beira e o corpo será transladado para Portugal.





Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais