Portugal disponibiliza navio-patrulha para ajudar a fiscalizar águas são-tomenses

São Tomé e Príncipe 09-12-2017 16:52
Por Redação
Portugal vai disponibilizar, a partir de janeiro de 2018, um navio-patrulha da armada portuguesa para «ajudar na fiscalização marítima das águas de São Tomé e Príncipe», anunciou o secretário de Estado da Defesa Nacional de Portugal, Marcos Perestrello.

O governante português fez este anúncio no final de uma audiência com o ministro são-tomense da Defesa e Administração Interna, Arlindo Ramos.

«Estamos a criar as condições e a estabelecer os termos que nos permitirão, no próximo ano, ter em permanência ao longo de todo o ano um navio da armada portuguesa com militares de Portugal e de São Tomé e Príncipe», disse Marcos Perestrello.

São Tomé e Príncipe e Portugal estabeleceram um acordo no domínio da fiscalização conjunta das águas territoriais do arquipélago, que as autoridades lusas garantem estar «muito empenhadas» em cumprir.

A presença de um navio da armada portuguesa, com caráter permanente durante um ano, em São Tomé e Príncipe, na perspetiva do governante português «estabelece um novo patamar no quadro da cooperação no domínio da Defesa entre os dois estados».

Portugal considera que o desenvolvimento desse acordo permite a São Tomé e Príncipe «reforçar as condições e o exercício da sua autoridade no mar» e reforça, também, a presença de Portugal no Golfo da Guiné, «onde muitos navios com bandeira portuguesa navegam e cuja segurança é preciso manter».
Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais